Questões de Assessoria Pública versus Assessoria Privada (Comunicação Social)

Limpar Busca

A assessoria de comunicação de uma instituição pública convocou uma coletiva de imprensa para anunciar a agenda das audiências públicas. Nesta mesma semana, a imprensa regional divulgou informações negativas sobre um dos servidores alocados na instituição. Sobre os procedimentos adotados pela assessoria de comunicação da instituição na convocação da coletiva, é correto afirmar:

  • A Não há como evitar conflitos com a imprensa. A coletiva deve ser convocada normalmente e quando as perguntas incômodas forem feitas, o assessor pede ao entrevistado que não responda.
  • B A pauta deve ser clara: os veículos de comunicação presentes devem estar conscientes de que não terão acesso a declarações que não sejam ligadas ao assunto tratado no evento, o que pode diminuir os conflitos.
  • C Convoca-se a coletiva apenas com os veículos que são considerados parceiros e amistosos com a instituição, para evitar conflitos.
  • D Os conflitos com a imprensa são inevitáveis, por isso a coletiva pode ser mantida e, se surgirem perguntas indesejadas, a assessoria prepara uma nota com explicações oficiais que será enviada à imprensa no dia seguinte.
  • E Para evitar conflitos com a imprensa, a coletiva deve ser cancelada e só será convocada quando o assunto negativo não estiver mais no noticiário.
A assessoria de imprensa de órgãos públicos possui um ritmo de trabalho próprio devido à exposição a que as instituições públicas estão sujeitas. Considerando uma rotina de trabalho ideal de uma assessoria de imprensa, é correto afirmar que
  • A a assessoria de imprensa de órgãos públicos exige agilidade e rapidez, mas respeitando o horário de atendimento de cada instituição. Um assessor não é obrigado a estar 24 horas disponível, pois sua jornada de trabalho é inflexível.
  • B o assessor intermedeia o contato com a imprensa, mas não serve de anteparo para autoridades, de forma a arrefecer o impacto de denúncias. No entanto ajuda a pensar na melhor estratégia de gerenciamento de crises.
  • C o assessor lida com um caráter mais político da comunicação. Por isso, os discursos e as falas das autoridades são cuidadosamente planejados e articulados, cabendo à assessoria programar quando e onde divulgar.
  • D apesar do telefone celular ser indispensável atualmente para um profissional de comunicação, órgãos públicos não possuem a obrigação de disponibilizar um aparelho para que sua assessoria atenda à imprensa. Nesse caso, o atendimento por e-mail e telefone fixo deve suprir a falta desse meio de comunicação.

Julgue o item a respeito das rotinas e dos produtos da assessoria de imprensa.


Em órgãos públicos, o papel do assessor de imprensa é o de atender as demandas provenientes da Lei de Acesso à Informação, que impõe que a área de comunicação mantenha canal aberto e transparente com o cidadão.

  • Certo
  • Errado

Julgue o item a respeito das rotinas e dos produtos da assessoria de imprensa.


Diante do fato de a informação de interesse público ser um direito fundamental, o assessor de imprensa deve considerar que a prestação de informações pelas organizações públicas e privadas, incluindo as não governamentais, é uma obrigação social.

  • Certo
  • Errado

Nem só de release “vive uma assessoria de imprensa”, diz Maffei (2008, p. 79), pois o excesso de textos enviados aos jornalistas pode gerar sentimentos negativos contra os assessores. Portanto, tem-se que o melhor caminho para uma prática eficiente de assessoria de imprensa está na construção de relacionamentos éticos e sólidos com os jornalistas. Em relação às atividades que permeiam um relacionamento sadio entre assessores e jornalistas (redatores de veículos de comunicação), é correto afirmar que

  • A uma das atitudes mais importantes e fundamentais do assessor de imprensa é enviar releases constantes às redações. Por isso, ir às redações pode não ser uma atitude de estabelecimento de relações com os jornalistas. O bom assessor de imprensa sabe das constantes alterações que ocorrem em redações; por isso, o contato pessoal é sempre melhor que por telefone.
  • B não existe a necessidade de o jornalista conhecer pessoalmente os assessores com quem mantêm relações profissionais. Por meio telefônico as pessoas vão saber quem ele é.
  • C o relacionamento com jornalistas fora do trabalho não agrega valor ao assessor. O bom assessor de imprensa é aquele que tem “conhecidos na redação”. Não convém, ao assessor, adicionar os jornalistas em sua rede social.
  • D é importante o assessor buscar conhecer as pessoas que estão em cada editoria para saber o nome delas quando ligar. Deve-se lembrar que os diretores dos veículos são os que possuem poderes de decisão e por isso o contato com eles poderá gerar um retorno mais rápido e eficiente.
  • E se deve realizar a divulgação do release a todos os veículos de comunicação de forma coerente e que vão ao encontro dos editoriais que norteiam a publicação, pois o mínimo de coerência na hora de escolher a quem divulgar determinados assuntos proporcionará o follow-up positivo.