Questões de Programas e Ações do Ministério da Educação – Desenvolvimento da Educação Superior, Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa e Extensão (Pedagogia)

Limpar Busca

De acordo com Jefferson Mainardes, em “Abordagem do Ciclo de Políticas: Uma contribuição para a análise de políticas educacionais”:
A abordagem do “ciclo de políticas”, que adota uma orientação pós-moderna, baseia-se nos trabalhos de Stephen Ball e Richard Bowe, pesquisadores ingleses da área de políticas educacionais. Essa abordagem destaca a natureza complexa e controversa da política educacional, enfatiza os processos micropolíticos e a ação dos profissionais que lidam com as políticas no nível local e indica a necessidade de se articularem os processos macro e micro na análise de políticas educacionais. (Educ. Soc., Campinas, vol. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006.)
São contextos da abordagem do “ciclo de políticas”:

  • A Contexto de influência, contexto de planejamento, contexto da prática, contexto de análise de dados, contexto de estratégia política.
  • B Contexto de coleta de dados, contexto de planejamento, contexto de aplicação, contexto de análise de dados, contexto de avaliação política.
  • C Contexto de coleta de dados, contexto da produção de texto, contexto de aplicação, contexto dos resultados/efeitos, contexto de avaliação política.
  • D Contexto de influência, contexto da produção de texto, contexto da prática, contexto dos resultados/efeitos, contexto de estratégia política.

São programas destinados a alunos com defasagem de idade/série que se encontram retidos nas séries iniciais do ensino fundamental ou que se evadiram da escola antes de concluírem as quatro séries inicias. Buscam oferecer condições para que os alunos, ao receberem um ensino planejado que atenda suas peculiaridades, possam avançar no processo de escolarização, integrar-se na escola e vir a frequentar séries compatíveis com sua faixa etária. O conceito descrito é do?

  • A Programa de Aceleração da Aprendizagem
  • B Programa Bolsa Permanência
  • C Programa Bolsa Família
  • D Programa Nacional de Inclusão de Jovens
  • E Programa Brasil Alfabetizado

As Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Superior definem as habilidades e competências a serem adquiridas pelo aluno durante a sua formação no curso de graduação e são

  • A indicações de tópicos ou campos de estudo e demais experiências de ensino-aprendizagem para a fixação de conteúdos específicos com cargas horárias pré-determinadas.
  • B materializadas em um conjunto de atividades previstas nos projetos pedagógicos dos cursos nas instituições de Educação Superior, delineando o perfil desejado do aluno egresso.
  • C utilizadas para a formação de um profissional capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias e a exercer atuação criativa na identificação e resolução de problemas.
  • D orientações para a formação de um profissional com perfil generalista, humanista, competente e crítico.

Em conformidade com a Meta 16 do Plano Nacional da Educação – 2014-2024, além da formação em nível de pós-graduação, o plano aponta para a garantia a “todos(as) os(as) profissionais da educação básica formação continuada em sua área de atuação, considerando as necessidades, demandas e contextualização dos sistemas de ensino”.


Em referência à formação continuada, assinale a alternativa CORRETA:

  • A a escola, também compreendida como espaço de formação para o trabalho, incorpora uma formação continuada contextualizada com a atuação individual e coletiva de professores.
  • B a formação continuada envolve uma reflexão coletiva para a prática transformadora que exclui a necessidade da reunião pedagógica.
  • C a formação continuada considera a reflexão de que o trabalho realizado por cada professor em sala de aula seja isolado dos demais.
  • D a formação continuada envolve uma reflexão acerca da realidade distante do cotidiano da práxis educativa dos profissionais da escola.

De acordo com o Estatuto da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), uma das suas atribuições é

  • A investir na formação de recursos de alto nível apenas em âmbito nacional.
  • B avaliar a pós-graduação stricto sensu e lato sensu.
  • C potencializar o acesso e disseminação da produção científica em todas as áreas do conhecimento.
  • D promover a cooperação científica nacional e em países do MERCOSUL.
  • E induzir o fomento da formação continuada de professores centralmente na modalidade a distância.