Questões de História da Arquivologia (Arquivologia)

Limpar Busca

“(...)a gestão cobre o ciclo de existência dos documentos desde sua produção até serem eliminados ou recolhidos para arquivamento permanente, ou seja, trata-se de todas as atividades inerentes às idades corrente e intermediária” (JARDIM, 1985). Sobre o desenvolvimento da gestão de documentos, assinale a alternativa correta.

  • A A gestão documental desenvolveu-se tardiamente na América do Norte: “resultado das demandas de administrações públicas como os EUA e o México”.
  • B O desenvolvimento do conceito de Gestão de Documentos no continente americano teve um ritmo mais lento, se comparado ao dos países da Europa.
  • C Desenvolveu-se especificamente no Reino Unido, onde a experiência da gestão de documentos recebeu denominação de Record Management, e, daí, se espalhou para o restante da Europa.
  • D Na Europa, “[...] a tradição arquivística desenvolveu-se, sobretudo, a partir da característica dos arquivos como fonte de pesquisa retrospectiva”.

De acordo com uma perspectiva histórica,

  • A nas civilizações pré-clássicas da Antiguidade, os arquivos eram concebidos como depósitos e reservas inertes de pergaminhos e papéis, constituídos com estrutura organizacional seletiva de documentos.
  • B no contexto do mundo greco-romano, desenvolve-se o conceito de arquivo público como uma instituição vinculada ao Estado, o que garante fé pública aos documentos sob sua custódia.
  • C na Idade Média, foi criado o Metroon, também denominado Archeion, para guarda de documentos de caráter legislativo, judiciário e financeiro, e de documentos de valor diferenciado no âmbito privado.
  • D a partir do século XII, na baixa Idade Média, os arquivos passam a ser vistos por uma ótica instrumental, menos administrativa, e cresce sua relação com a memória e o conteúdo informacional dos documentos.
  • E durante a Idade Moderna, os arquivos foram chamados de tabulários e ficavam localizados nos templos e palácios cumprindo com a finalidade prática e administrativa de servir ao governo e garantir o poder.

A partir da Revolução Francesa,

  • A os arquivos passam a ser estruturados como um sistema municipal descentralizado.
  • B os documentos de instituições extintas voltam a incorporar os arquivos administrativos.
  • C ocorre a fusão dos arquivos administrativos e históricos e os documentos ficam à disposição para consulta.
  • D o conceito de arquivo de Estado é alterado com a criação dos arquivos nacionais.
  • E a organização da massa documental dos arquivos administrativos é igualada à organização dos documentos históricos.

A década de 1970 foi de fundamental importância para estabelecer alguns parâmetros que ainda hoje definem questões arquivísticas no Brasil. Assim, em 1971, foi criada a Associação dos Arquivistas Brasileiros, que exerceu indiscutível liderança nas conquistas posteriores. Tais conquistas são:

  • A a promoção regular dos Congressos Nacionais de Arquivologia, o primeiro periódico brasileiro especializado na área, chamado “Informação Arquivística”, os cursos de arquivologia em nível superior e a regulamentação das profissões de arquivista e técnico em arquivo.
  • B a promoção regular dos Congressos Brasileiros de Arquivologia, o primeiro periódico brasileiro especializado na área, chamado “Arquivo & Administração”, os cursos de arquivologia em nível de pós-graduação e a regulamentação das profissões de arquivista e técnico em arquivo.
  • C a promoção regular dos Congressos Brasileiros de Arquivologia, o primeiro periódico brasileiro especializado na área, chamado “Arquivo & Administração”, os cursos de arquivologia em nível superior e a regulamentação das profissões de arquivista e técnico em arquivo.
  • D a promoção regular dos Encontros Nacionais de Estudantes em Arquivologia, o primeiro periódico brasileiro especializado na área, chamado “Informação Arquivística”, os cursos de arquivologia em nível superior e a regulamentação das profissões de arquivista e técnico em arquivo.

A arquivologia foi profundamente marcada em suas origens, pelos (as):

  • A aspectos pragmáticos vinculados às práticas burocráticas, visando à eficácia e à eficiência na guarda e preservação de arquivos, notadamente os públicos.
  • B embasamento e fortalecimento enquanto área do conhecimento, ou ciência.
  • C aspectos pragmáticos vinculados às práticas burocráticas, visando à eficácia e à eficiência na guarda e preservação de arquivos, notadamente os pessoais.
  • D a guarda e preservação de documentos históricos de grandes personalidades.