Questões de Construção social da realidade (Jornalismo)

Limpar Busca

Em Dialética do Esclarecimento, Theodor Adorno e Max Horkheimer propõem o conceito de “indústria cultural” na crítica à ideia sociológica de que no século XX havia se formado uma cultura típica da sociedade massificada. No conceito dos autores frankfurtianos, o motivo das pessoas pensarem e consumirem de forma semelhante é porque

  • A quando um emissor envia uma mensagem a um receptor por qualquer meio, sendo ainda codificada e decodificada, há a possibilidade de geração de ruídos, o que só se pode verificar quando o receptor recebe o feedback.
  • B as mensagens emitidas pelos meios de comunicação, principalmente na linguagem publicitária, são assimiladas pelos receptores, aceitas e espalhadas aos seus semelhantes, criando um poderoso efeito de formação da opinião pública.
  • C a racionalidade técnica do capitalismo, incluindo a indústria cultural, produz e justifica a dominação dos proprietários de todos os setores da economia sobre a massa, tendo efeitos ideológicos sobre posições políticas e necessidades de consumo.
  • D no processo de globalização se formaram centros de ponta em termos econômicos e tecnológicos, concentrados em cidades globais como São Paulo, Nova York, Tóquio, Berlim etc., que formam uma rede de trocas financeiras e comunicacionais.
  • E cada instituição possui uma função específica na sociedade e seu mau funcionamento pode desregrar ou degenerar esta mesma sociedade. Nesse caso, a comunicação tem algumas finalidades democráticas e civilizatórias que impulsionam pensamentos e necessidades similares de consumo.
A sociedade da informação transformou a comunicação social em um produto de grande valor não apenas como a narrativa de fatos do cotidiano, mas principalmente pela possibilidade de influenciar pessoas através de conteúdos nas plataformas digitais, como Twitter, Facebook, WhatsApp. Mas ao mesmo tempo vive-se um paradoxo, ou seja, dispõem-se de mais informações, mas acelera-se um processo de desinformação com a disseminação de fake news. A produção de fake news
  • A é a notícia falsa, como o termo aponta, produzida sem a devida apuração dos fatos, com a intenção principal de confundir a opinião pública.
  • B são informações pagas com conotação estritamente política, produzidas por grupos anárquicos organizados para atacar candidatos somente em períodos eleitorais.
  • C são comunicações falsas produzidas nos períodos eleitorais para favorecer determinados candidatos, que se transformam em informações verdadeiras, ao serem viralizadas nas redes sociais.
  • D são notícias verdadeiras produzidas com intuito de formar a opinião pública sobre assuntos polêmicos, como política, economia, hábitos de consumo e vida de celebridades.
As correntes teóricas de comunicação no início do século XX, entre as décadas de 20 e de 60, conhecidas como Mass Communication Research,foram influenciadas fortemente pela teoria matemática com a teoria da informação, pela sociologia e pela psicologia, com atenção especial para o paradigma dos efeitos, que analisava a influência da mídia sobre o público.
Entre essas teorias,
destaca-se aquela que evidencia que a comunicação é um processo de fluxos em dois níveis: o primeiro vai dos meios de comunicação aos líderes de opinião, stakeholders, e o segundo nível vai dos líderes de opinião ao público.
Esta teoria ficou conhecida como
  • A Teoria da Indústria cultural.
  • B Teoria dos Usos e gratificações.
  • C Teoria Two-step flow of communication.
  • D Teoria Hipodérmica.
Entre as correntes teóricas da comunicação, uma abordagem importante para a compreensão das pesquisas na área é a hipótese do agenda setting, que
  • A entende a comunicação como processo vertical de transmissão de mensagens para um público alienado definido pelo conceito de massa.
  • B admite a existência de especialistas da comunicação que pautam o que é importante para a sociedade, motivo que leva o público à massificação e alienação.
  • C considera que os efeitos da mídia sobre o público são de longo prazo, não como formadores de opinião, mas causadores de efeitos diretos sobre a estrutura cognitiva das pessoas. É a maneira de cada indivíduo conhecer o mundo, modificado pelos meios de comunicação massa.
  • D define a comunicação como um processo em que a mensagem é transmitida por um canal para um receptor, que, como público, irá formar, com base nas mensagens, a sua visão de mundo.

Convenção da UNESCO de 2003 estabeleceu parâmetros para a proteção e o reconhecimento (dito “registro”) do patrimônio imaterial, ao lado da proteção e do reconhecimento do patrimônio material (dito “tombamento”).
NÃO se configura como um típico exemplo de patrimônio imaterial brasileiro o(a)

  • A Jongo da Serrinha
  • B Samba de Roda
  • C Círio de Nazaré
  • D Futebol
  • E Capoeiragem