Questões de Retratamento Endodôntico (Odontologia)

Limpar Busca

O tratamento consiste em

  • A cirurgia perirradicular, uma vez que o retratamento endodôntico não cirúrgico do dente 22 acarretaria a perda da reabilitação, elevando os custos do tratamento.
  • B retratamento endodôntico do dente 22, devido ao risco de fratura radicular envolvido em uma abordagem cirúrgica.
  • C extração do dente 22 e implante unitário, devido à necessidade de remover tecido de granulação na região periapical por meio de curetagem.
  • D proservação radiográfica da região do dente 22, com retornos periódicos semestrais, uma vez que a lesão é assintomática.
  • E extração do dente 22, raspagem do ligamento periodontal com objetivo de remover o tecido perirradicular infectado e reimplante intencional.

O tratamento consiste em

  • A raspagem e alisamento radicular, que apresenta como vantagem ser um procedimento conservador visando restabelecer a anatomia gengival normal das áreas em íntimo contato com os tecidos duros.
  • B hemisecção radicular, que apresenta a vantagem de seccionar o complexo radicular mantendo todas as raízes do dente 36, aumentando a retenção para o preparo protético.
  • C odontoplastia, que tem a vantagem de remover uma ampla porção de substância da coroa e da raiz do dente 36, visando eliminar os excessos causadores da lesão.
  • D tunelização do dente 36, que apresenta a vantagem de proteger o dente, reduzindo o risco de desenvolvimento de cárie nas superfícies radiculares submetidas a este procedimento.
  • E apicectomia com obturação retrógrada, que apresenta como vantagem promover a cicatrização dos tecidos ósseos ao redor do dente 36.

O retratamento endodôntico do dente 11 tem algumas contraindicações, como


I. degradação da estrutura dentária remanescente devido à cárie.

II . localização da fratura do pino metálico no terço apical, predispondo à fratura radicular durante a remoção do pino e material obturador.

III . possibilidade de extravasamento do material obturador após o retratamento do conduto radicular.

IV. impossibilidade de remissão da lesão periapical com tratamento não cirúrgico.


Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C I e IV.
  • D II e III.
  • E II e IV.

Um homem de vinte e três anos de idade fraturou o dente 21 em um jogo de polo aquático. O fragmento dentário não foi recuperado. O dente, tratado endodonticamente havia dois anos, em decorrência de outro episódio de trauma dentário, apresentava falha de condensação lateral e lesão apical. A fratura aconteceu a 1 mm da crista óssea com perda total da coroa dentária. A linha de sorriso é alta e a gengiva delgada, com 2 mm de gengiva inserida e profundidade de sondagem de 1 mm nos dentes vizinhos.


Assinale a opção que apresenta a sequência do plano de tratamento mais adequada para esse caso clínico.

  • A cirurgia para a recuperação do espaço biológico, com gengivectomia de bisel interno e ostectomia, retratamento endodôntico, colocação de prótese fixa unitária provisória, confecção da coroa unitária definitiva
  • B colocação de uma prótese fixa unitária provisória, extrusão ortodôntica lenta, cirurgia periodontal para o aumento de coroa clínica e a recuperação do espaço biológico, retratamento endodôntico e confecção da coroa unitária definitiva
  • C retratamento endodôntico, colocação de uma prótese fixa unitária provisória, cirurgia para a recuperação do espaço biológico, com reposicionamento apical do retalho e ostectomia, confecção da coroa unitária definitiva
  • D extrusão ortodôntica rápida com fibrotomia, retratamento endodôntico, confecção de prótese fixa unitária provisória, confecção da coroa unitária definitiva

Paciente adulto compareceu ao consultório, indicado pelo protesista, para retratamento endodôntico do dente 36, que necessitava de coroa protética em razão de uma fratura das cúspides da face vestibular. Ao exame clínico, não havia dor à percussão, nem à palpação; ausência de edemas e periodonto normal. Ao exame radiográfico, observou-se tratamento endodôntico insatisfatório em todos os aspectos.


Com base nessas informações, assinale a alternativa correta.

  • A Nos casos de retratamento endodôntico em que a obturação tem sido realizada com guta-percha e cimento endodôntico, deve-se iniciar a desobturação com calcadores aquecidos, até o terço médio; depois, com auxílio da substância irrigador e limas tipo-k, faz-se a desobturação do restante. A sequência das limas deve ser progressiva.
  • B A técnica de Clark, largamente utilizada em endodontia, tem como princípio que o objeto mais próximo da superfície vestibular parece mover-se em direção oposta ao movimento do cone ou tubo de raios X.
  • C Os cimentos endodônticos atuais, principalmente aqueles ditos resinosos, possuem uma grande capacidade adesiva, evitando assim a percolação da obturação.
  • D A instrumentação rotatória é capaz de reduzir diversos problemas clínicos como degraus, transportes e perfurações em canais curvos como os da raiz mesial do molar inferior. A conicidade única e o tape de 0.06 na região apical evitam as fraturas.
  • E A odontometria é uma das etapas fundamentais do tratamento endodôntico. A utilização de localizadores foraminais proporcionam melhor precisão ao término correto da obturação. As novas gerações de localizadores já corrigiram as limitações dos anteriores, como a impossibilidade de uso em retratamentos.