Questões de Concursos da Prefeitura Municipal de Ipumirim

Limpar Busca

Sobre o Direito Tributário e as competências atribuídas ao Município, marque a assertiva INCORRETA:

  • A É competente o Município para fixar o horário de funcionamento de estabelecimento comercial, inclusive das agências bancárias.
  • B Ofende o princípio da livre concorrência lei municipal que impede a instalação de estabelecimentos comerciais do mesmo ramo em determinada área.
  • C O contribuinte do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) é notificado do lançamento pelo envio do carnê ao seu endereço.
  • D Norma legal que altera o prazo de recolhimento de obrigação tributária não se sujeita ao princípio da anterioridade.
  • E Cabe à legislação municipal estabelecer o sujeito passivo do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU).

Podemos observar que o escritor cita um clichê e posteriormente argumenta sobre o uso de clichês. Temos exemplos de clichê, EXCETO:

  • A Fechar com chave de ouro.
  • B Encontrei meu crush no busão.
  • C Voltar à estaca zero.
  • D Ele decidiu abrir um espaço na agenda.
  • E Devemos preparar um futuro melhor para as próximas gerações.

Considerando as classes gramaticais dos vocábulos destacados no excerto abaixo, analise as proposições e assinale a alternativa correta:


Nas palmas de tuas mãos

leio as linhas da minha vida.

Linhas cruzadas, sinuosas,

interferindo no teu destino.


I – Os termos destacados são classificados como advérbios de local.

II – Os termos destacados são pronomes possessivos e todos estão flexionados no plural.

III – Todos os termos destacados concordam em gênero e número com os termos aos quais estabelecem referência.

IV – Os termos destacados servem como elementos coesivos e classificam-se como pronomes demonstrativos.

V – Os termos destacados podem ser substituídos, respectivamente, por minhas, nossa e seu sem alterar o sentido apresentado.

  • A Todas as proposições estão corretas.
  • B Apenas a proposição IV está correta.
  • C As proposições II, III e V estão corretas.
  • D As proposições III e IV estão corretas.
  • E Apenas a proposição III está correta.

No excerto: “Por que mesmo? Porque eu acho” podemos observar o uso correto do porquê. Na Língua Portuguesa temos quatro formas distintas de uso desse vocábulo. Considerando as regras ortográficas do uso do porquê, analise as orações abaixo e assinale a alternativa na qual o uso do porquê foi realizado de modo equivocado

  • A Nós não paramos de brincar por que envelhecemos, mas envelhecemos por que paramos de brincar. (Oliver Wendell Holmes)
  • B Estou escrevendo porque não sei o que fazer de mim. (Clarice Lispector)
  • C Por que nós nos alegramos em um nascimento e choramos em um funeral? Porque não somos a pessoa envolvida. (Mark Twain)
  • D Porque quando eu jurei meu amor eu traí a mim mesmo. Hoje eu sei que ninguém nesse mundo é feliz tendo amado uma vez, uma vez... (Raul Seixas)
  • E Se a inveja tem sono leve, não tem problema, porque quem me protege nunca dorme! (Wallace Vianna)

Considerando uso do vocábulo em destaque: “Esse dia foi marcado”. É correto o que se afirma em:

  • A O vocábulo destacado classifica-se como um verbo da primeira conjugação.
  • B O vocábulo destacado classifica-se como um verbo da segunda conjugação flexionado para o pretérito mais-que-perfeito.
  • C O vocábulo destacado classifica-se como um verbo no infinitivo.
  • D O vocábulo destacado é o verbo IR, terceira conjugação.
  • E O vocábulo destacado é o verbo SER, segunda conjugação e está flexionado para o pretérito perfeito.