Questões de Coesão e coerência (Português)

Limpar Busca

Identifique abaixo as afirmativas verdadeiras ( V ) e as falsas ( F ).

( ) No texto, a aglomeração de homens e mulheres gerava uma algazarra que aumentava gradativamente.
( ) A expressão “ali mesmo no capinzal dos fundos” completa o sentido do substantivo “despachar-se”.
( ) O primeiro “que” do texto substitui a palavra “água” imediatamente anterior a ele.
( ) Em: “para não as molhar”, a palavra “as” retoma a palavra “saia”.
( ) Na frase: “prender as saias” temos um exemplo claro de verbo ligado a seu objeto de forma direta.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.

  • A V • F • V • F • V
  • B V • F • F • V • V
  • C F • V • V • F • V
  • D F • V • F • V • F
  • E F • F • V • V • F

Observe o seguinte parágrafo de um texto:


“Há diversas maneiras de entender o vocábulo “geração”. Ele pode designar as pessoas que tiveram uma experiência histórica comum, particularmente impactante. Assim, falamos da geração da guerra de 14 ou da Resistência de maio de 1968, na França. Podemos também identificar uma geração a partir da idade: todas as pessoas de 20 anos dos anos 90. Podemos finalmente pensar numa experiência familiar: a geração dos filhos, em oposição à dos pais ou avós...”


A partir da frase inicial, o desenvolvimento do parágrafo se faz por

  • A argumentos seguidos de exemplos.
  • B confrontação de argumentos apresentados.
  • C argumentos de valor concessivo.
  • D ideias apresentadas num processo indutivo.
  • E argumentos relacionados por dedução.

Quando faz turismo em outras cidades e países, é comum que a argentina Mariana Enriquez encaixe na programação visitas a cemitérios. Apesar de muita gente considerar esse comportamento exótico ou até macabro, ela discorda. “É antropológico, mostra rituais e tradições de um povo”, descreve a autora, que participará de uma mesa na Bienal Internacional do Livro Rio, com Josh Malerman e Matt Ruff, outros autores de terror. 
      Em 2019, ela venceu o maior prêmio literário para línguas castelhanas, o Herralde de Novela, por Nossa Parte da Noite (Ed. Intrínseca), lançado este ano no Brasil. A trama de quase 600 páginas acompanha a viagem de pai e filho atravessando a Argentina da capital até as Cataratas do Iguaçu. Com a ditadura como plano de fundo, durante os anos 1960, a história apresenta fatores sobrenaturais, uma ordem mediúnica e rituais de tortura e sacrifício. Essa combinação de realidade e fantasia se tornou a marca registrada de Mariana, que nomeou seu gênero de ficção dark. “Não é terror puro, porque também tem momentos de humor e ironia, de ficção científica”, descreve a autora.
(D’ERCOLE, Isabella. Uma aula do terror. Claudia. São Paulo: Ano 60, n. 11, nov. 2021. Ed. Abril. p. 12. Fragmento adaptado)

No texto, a expressão “ficção dark” funciona como um elemento 

  • A meramente estilístico, que confere expressividade literária à reportagem jornalística.
  • B que marca a opinião da jornalista a respeito do gênero literário praticado por Mariana Enriquez.
  • C de coesão referencial, na medida em que se associa ao que é descrito a respeito da produção literária da autora.
  • D mobilizado para justificar por que a autora argentina venceu em 2019 o maior prêmio literário para línguas castelhanas.
Analise o trecho abaixo extraído do texto:

“Saber interpretar um texto, a partir do contexto de produção em que ele está inserido, é fundamental para a experiência cotidiana do leitor”.
“Ele” é considerado na morfologia (01)            . Na sintaxe, “Ele” se refere ao (02)             Já na linguística textual “Ele” se refere a (03)              :

Assinale a alternativa que preencha correta e respectivamente as lacunas.
  • A um pronome pessoal do caso oblíquo (pronome do objeto) - predicado; - coesão parcial.
  • B um pronome pessoal do caso reto (pronome do sujeito) - sujeito - coesão referencial.
  • C um pronome adjetivo possessivo - predicativo do sujeito - coesão por negação.
  • D um pronome do caso oblíquo (pronome do objeto) - adjunto adverbial de lugar - coesão referencial.
  • E um pronome pessoal do caso reto (pronome do sujeito) - sujeito - coesão parcial.

Assinale a alternativa CORRETA.

  • A A expressão “Nesse contexto” (3º parágrafo) refere-se às informações relativas ao estudo do Insper sobre o prejuízo do ensino remoto para a aprendizagem.
  • B Quando diz “Sim, outros postos serão criados...” (2º parágrafo), a autora antecipa uma possível objeção do leitor para contra-argumentar em seguida.
  • C Em “... mesmo que estratégias adequadas de ensino remoto tenham sido criadas...”, a expressão em negrito pode ser substituído por “caso”, por tratar-se de uma relação de condicionalidade.
  • D A oração “...mostrando as perdas de aprendizagem...” (1º parágrafo) tem o valor semântico de modo, assim como em “... começando por um nivelamento geral ...” (4º parágrafo).