Questões da Prova do Companhia Pontagrossense de Serviços - CPS (CPS-PR) - Analista de Sistemas (2012)

Limpar Busca

Um dos instrumentos utilizados pelos economistas para expressar o problema da escassez é a Curva de Possibilidades de Produção − CPP. Em relação à CPP, é correto afirmar:

  • A Uma das hipóteses utilizadas na sua construção e que explica sua curvatura é que não há limitações tecnológicas para a produção no curto prazo.
  • B A quantidade de fatores de produção disponível na economia é suficiente para explicar o nível de consumo das famílias.
  • C Desde que haja pleno emprego dos fatores de produção e que estes estejam sendo utilizados da forma mais eficiente possível, o aumento da produção de um bem somente pode ocorrer em função da diminuição da produção de outro bem.
  • D A definição da composição da cesta de bens a serem produzidos na economia depende exclusivamente da distribuição da renda entre salários, lucros e royalties.
  • E O preço relativo dos bens produzidos na economia não tem qualquer impacto sobre a alocação dos recursos na produção desses bens.

De acordo com a teoria microeconômica marginalista tradicional, as firmas que atuam em um mercado em Concorrência Perfeita

  • A fixam uma margem de lucros sobre o custo de produção para determinar o preço de seus produtos.
  • B submetem-se aos tabelamentos de preços prescritos pelos Governos.
  • C valem-se de pesquisas sobre os preços vigentes no mercado para bens substitutos para estabelecerem seus próprios preços.
  • D são tomadoras do preço de mercado, fazendo valer a igualdade entre sua receita marginal e seu custo marginal de produção.
  • E determinam seus preços com base no custo de reposição dos bens vendidos.

Sinais de mercado como o oferecimento de garantias contra defeitos de fabricação são instrumentos utilizados pelos fabricantes para eliminar a falha de mercado denominada

  • A seleção adversa.
  • B moral hazard.
  • C externalidades de mercado.
  • D confiabilidade invertida.
  • E ausência de incentivos.

Considere:


I. O monopólio legal é necessariamente compatível com a eficiência econômica, o Ótimo de Pareto e a maximização do bem-estar social.

II. Quando uma firma produz segundo uma função de produção com rendimentos crescentes de escala, então, estão determinadas as pré-condições necessárias e suficientes para a instalação de um monopólio legal.

III. O monopólio natural surge quando economias de escala tornam a produção de uma empresa de tão baixo custo que inviabiliza a entrada de outros competidores no mercado.

IV. Um monopólio pode ser simultaneamente natural e legal, visto que o primeiro é definido por condições técnicas e o segundo por condições de regulação dos mercados.


Está correto o que se afirma APENAS em

  • A I e II.
  • B I e III.
  • C II e III.
  • D II e IV.
  • E III e IV.

NÃO pode ser apontado como um argumento favorável ao processo de privatização de empresas experimentado pelo Brasil ao longo da década de 1990:

  • A o setor público aumentaria sua capacidade de formar um fundo de estabilização por meio do acúmulo de reservas internacionais.
  • B o endividamento do setor público limitava sua capacidade de promover os investimentos necessários à modernização das empresas estatais.
  • C a privatização de empresas estatais, com divisão de seus mercados de atuação, tenderia a aumentar a concorrência, beneficiando os consumidores.
  • D os recursos provenientes da privatização de empresas permitiriam ao setor público reduzir seu endividamento e investir em setores tradicionalmente de sua responsabilidade, tais como saúde e educação.
  • E o aumento da capacidade de investimento das empresas privatizadas tenderia a agilizar seu processo de modernização e inovação tecnológica.