Questões de Relação entre Indivíduo e Sociedade (Sociologia)

Limpar Busca

Emile Durkheim estabeleceu o método comparativo na sociologia. Conforme sua teoria, a sociedade ocidental era

  • A caracterizada pela anomia causada pela excessiva divisão social do trabalho.
  • B mais complexa do que as tribais porque seu desenvolvimento tecnológico era mais avançado.
  • C caracterizada pela divisão do trabalho, o que levaria à falta de coesão social e a altas taxas de suicídio.
  • D caracterizada pela solidariedade mecânica, ao passo que as sociedades tribais caracterizavam-se pela solidariedade orgânica.
  • E mais complexa do que as tribais por possuir diferentes instituições que desempenhavam funções cada vez mais específicas.

O conceito de fato social, formulado por Durkheim, possibilitou ampliar a compreensão do funcionamento da sociedade, tendo permitido

  • A perceber que fenômenos sociais têm origem em múltiplas variáveis como sociais, climáticas e genéticas de uma população.
  • B avaliar fenômenos complexos, separando apenas o caráter social para a explicação, como no o caso das mudanças climáticas.
  • C identificar regras que eram gerais, exteriores e coercitivas aos indivíduos e que, portanto, conduziam suas ações.
  • D examinar aspectos sociais de fenômenos antes tidos como naturais, tais como a religião e a magia.
  • E compreender que os fenômenos sociais têm sua origem em fatores biológicos tais como aqueles ligados a evolução humana.

Considerando-se a noção de fato social de Durkheim, é possível afirmar que o autor separa de forma nítida o indivíduo da sociedade. A teoria sociológica contemporânea, por sua vez, buscou pensar a relação entre indivíduo e sociedade de modo mais integrado. Considerando as formulações de Nobert Elias, assinale a opção correta.

  • A Elias criou o conceito de estrutura para articular as ações individuais com a totalidade da sociedade.
  • B Elias substituiu o conceito de classe social, proposto por Marx, pelo conceito de configuração, na tentativa de levar em conta a meritocracia na trajetória individual.
  • C Elias criou o conceito de configuração para pensar a teia de interdependências à qual os indivíduos estão vinculados em suas ações cotidianas.
  • D Elias substituiu a ideia de sociedade pela noção de configuração com o objetivo de generalizar as regras sociais de uma sociedade para outras.
  • E Elias criou o conceito de configuração em uma analogia às teorias contemporâneas da informação para se contrapor ao biologismo das teorias clássicas.

Com relação ao método de pesquisa criado por Max Weber, assinale a opção correta.

  • A Weber elaborou os conceitos de ação social tradicional, racional e burocrática para mostrar a evolução das formas de organização social: da tribal até as sociedades organizadas por estados burocráticos.
  • B Weber elaborou a noção de tipos ideais para se aproximar o máximo possível da realidade analisada, sendo esses tipos ideais elaborações teóricas formuladas com base em observações de regularidades sociais.
  • C Weber elaborou a noção de tipos ideais para compreender a realidade social a partir de regularidades observadas e pregar um novo ideal de organização social.
  • D Weber, tendo percebido que na sociedade capitalista as ações individuais eram regidas pelo lucro, criou a noção de tipo ideal para designar um ideal de sociedade pautada não mais no lucro, mas na igualdade dos indivíduos.
  • E Weber elaborou a noção de tipo para identificar os ideais de salvação existentes nas diferentes religiões que estudou, como o hinduísmo, o budismo e o protestantismo.

Sabendo que Max Weber buscou compreender a lógica de funcionamento do capitalismo, assinale a opção correta.

  • A Conforme Weber, para que o capitalismo se desenvolvesse, foi preciso haver um controle, por uma elite, dos meios de produção, do comércio e da burocracia do estado nacional, que passou a agir de forma racional em beneficio dessa elite.
  • B Segundo Weber, além do desenvolvimento do mercado, para que o capitalismo se desenvolvesse foi preciso um encontro entre o “espírito” capitalista do lucro e a ética da religião protestante baseada no autocontrole.
  • C Para Weber, o capitalismo se caracteriza pela luta de classes: os capitalistas detêm os meios de produção e os trabalhadores, apenas sua força de trabalho.
  • D Para Weber, para que o capitalismo se desenvolvesse, foi preciso uma evolução das sociedades que antes eram guiadas por ações sociais tradicionais e afetivas para as sociedades guiadas por ações sociais racionais.
  • E Para Weber, o capitalismo é o sistema econômico mais evoluído, pois é o resultado das decisões individuais tomadas de forma racional com vistas a maximizar seus lucros.