Questões da Prova do Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) - Técnico - Segurança do Trabalho (2020)

Limpar Busca

Considere os trechos selecionados do texto.


• Ou quando o singelo ato de dar o laço no pé esquerdo do sapato equivale, segundo o João Ubaldo Ribeiro, a uma modalidade olímpica. (2° parágrafo)

• Talvez vendo em mim um pterodáctilo da clássica boemia carioca… (último parágrafo)


Com base nesses trechos, é correto afirmar que o autor se serve

  • A da comparação, para evidenciar sua profunda angústia por pertencer ao grupo da terceira idade.
  • B da comparação, para denunciar os poucos direitos garantidos por lei às pessoas idosas.
  • C da ambiguidade, para descrever as atitudes inusitadas de seus amigos e conhecidos.
  • D do exagero, para expor o tema da velhice por meio de um tom leve e humorístico.
  • E do exagero, para criticar os jovens que desrespeitam frequentemente os mais velhos.

A ironia ocorre quando a palavra empregada deve exprimir ideia oposta àquela expressa pelo sentido original dessa palavra.


Considerando a definição, assinale a alternativa em que a expressão destacada foi empregada em sentido irônico pelo autor.

  • A A voz no aeroporto de Congonhas anunciou: “Clientes com necessidades especiais…” (1° parágrafo)
  • B Para os que ainda não chegaram a ela, “melhor idade” é quando você… (2° parágrafo)
  • C Ou, tendo atravessado a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho… (2° parágrafo)
  • D Privilégios da “melhor idade” são o ressecamento da pele, a osteoporose… (3° parágrafo)
  • E Outro dia, bem cedo, um jovem casal cruzou comigo no Leblon. (último parágrafo)

Assinale a alternativa em que a reescrita da frase do segundo parágrafo preserva o sentido original do texto.

  • A Ou, depois que atravessa a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho, se bem que o sinal tenha aberto e agora terá de correr para salvar a vida.
  • B Ou, quando atravessa a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho, já que o sinal abriu e agora terá de correr para salvar a vida.
  • C Ou, assim que atravessa a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho, mesmo que o sinal tenha aberto e agora terá de correr para salvar a vida.
  • D Ou, caso tenha atravessado a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho, ainda que o sinal tenha aberto e agora terá de correr para salvar a vida.
  • E Ou, antes que atravesse a rua fora da faixa, arrepende-se no meio do caminho, pois o sinal abriu e agora terá de correr para salvar a vida.

As expressões destacadas apresentam, respectivamente, sentido próprio e sentido figurado na alternativa:

  • A … você extrai prazer de qualquer lugar a que ainda consiga ir. (último parágrafo) / Ou seja, nós, da “melhor idade”, estamos com tudo, e os demais podem ir lamber sabão. (3° parágrafo)
  • B Outro dia, bem cedo, um jovem casal cruzou comigo no Leblon. (último parágrafo) / “Clientes com necessidades especiais, crianças de colo… (1° parágrafo)
  • C … é a disponibilidade de seus membros para tomar as montanhas de estimulantes e antidepressivos… (4° parágrafo) / Num rápido exercício intelectual, concluí que… (1° parágrafo)
  • D “Voltando da farra, Ruy?”. (último parágrafo) / … as placas de gordura no coração, a pressão lembrando placar de basquete… (3° parágrafo)
  • E … que seus médicos lhes receitam e depois não conseguem retirar. (último parágrafo) / e, se ninguém estiver olhando, chuta-o para debaixo da mesa. (2° parágrafo)

Assinale a alternativa em que a pontuação pode ser modificada de acordo com a norma-padrão e sem alterar o sentido do texto.

  • A Ponto e vírgula em: Num rápido exercício intelectual; concluí que, não tendo necessidades especiais…
  • B Parênteses em: … você pensa duas vezes antes de (se abaixar) para pegar o lápis que deixou cair…
  • C Travessões em: … o singelo ato de dar o laço no pé esquerdo do sapato equivale – segundo o João Ubaldo Ribeiro – a uma modalidade…
  • D Ponto final em: “Voltando da farra, Ruy.”
  • E Reticências em: “Que nada… Estou voltando da farmácia…”