Questões da Prova da Câmara Municipal de Caruaru - PE - Analista Legislativo (2015)

Limpar Busca

O período colocado abaixo da charge representa

  • A uma promessa de campanha de um político demagogo, já que a realidade apresentada mostra-se como um problema de impossível solução.
  • B parte de um discurso de um candidato a cargo público já eleito, pois as palavras denunciam uma promessa não cumprida.
  • C repetição, por parte de motoristas insatisfeitos, de promessas de campanhas políticas anteriores.
  • D destaque de uma promessa de campanha política magnificamente bem colocada, já que o problema referido está visível.
  • E uma crítica aos marqueteiros políticos, que obrigam os candidatos a fazerem promessas de difícil cumprimento.

Nesse mesmo período, assinale a opção que indica o erro que contraria a norma culta da Língua Portuguesa.

  • A a ausência de um verbo de ligação no termo “Se eleito”.
  • B o emprego de uma forma simples de futuro – transformarei – em lugar de uma perífrase, de caráter mais coloquial: “vou transformar”.
  • C o uso inadequado do verbo “transformar”, numa frase em que o sentido exigiria outro verbo
  • D a ausência da preposição “em” antes do pronome relativo “que”, exigida pelo verbo “trafegar”.
  • E a má utilização da expressão “terá orgulho” em relação aos automóveis, quando deveria ligar-se aos motoristas.

A urbanização se intensificou com a expansão das atividades industriais”. Com esse primeiro segmento do texto, o leitor recebe a informação de que

  • A a urbanização provocou a expansão das atividades industriais.
  • B as atividades industriais causaram um aumento da urbanização.
  • C a urbanização e as atividades industriais sofrem com os problemas ambientais.
  • D a atração de milhões de pessoas para as cidades provocou a urbanização.
  • E as atividades industriais, não a urbanização, causaram problemas ambientais.

“...fato que atraiu (e ainda atrai) milhões de pessoas para as cidades”.

As palavras entre parênteses mostram

  • A uma ampliação da informação dada.
  • B uma retificação de um erro.
  • C uma intensificação de um fenômeno.
  • D uma ironia sobre o fato citado.
  • E uma confirmação de algo já dito.

Por razões históricas, alguns pronomes de segunda pessoa (a pessoa com quem se fala) levam as formas verbais para a terceira pessoa: “— Você sabe com quem está falando?

Esse desencontro faz com que os usuários de Língua Portuguesa misturem constantemente formas de segunda e terceira pessoas, como acontece na seguinte frase:

  • ASe você deseja atendimento rápido, ligue para nossa central.
  • BClica aqui para receberes nossas ofertas!”
  • C “Participe de nossas viagens e traga teus amigos!”
  • DVossa Excelência e seus eleitores serão bem-vindos à festa!”
  • E “Venha e compre seu mais novo carro!”