Questões de PCN - Parâmetros Curriculares Nacionais e Temas Transversais (Pedagogia)

Limpar Busca

Os Parâmetros curriculares da educação em artes defende o desenvolvimento do pensamento artístico, que caracterizam um modo próprio de ordenar e dar sentido à experiência humana. O aluno desenvolve sua sensibilidade, percepção e imaginação, por meio das seguintes práticas:

  • A Por meio da reprodução de obras e técnicas artísticas que possam minimamente proporcionar ao aluno ferramentas de expressão e produção artística.
  • B Realizando formas artísticas, aprendendo a apreciar e conhecer as formas produzidas por ele e pelos colegas, pela natureza e nas diferentes culturas.
  • C Trabalhando conceitos e seus usos durante a história da arte, tendo em vista os referenciais universais da arte para a humanidade.
  • D Conhecer os movimentos que marcaram época, dando ao aluno a oportunidade de averiguar como os mesmos falavam e pensavam.

Com relação ao conhecimento matemático e sua importância, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular, está incorreto afirmar que:

  • A O conhecimento matemático é necessário para todos os alunos da Educação Básica, por sua grande aplicação na sociedade e pelas suas potencialidades na formação de cidadãos críticos.
  • B A matemática precisa garantir que os alunos relacionem observações empíricas do mundo real a representações (tabelas, figuras e esquemas) e associem essas representações a uma atividade matemática (conceitos e propriedades), fazendo induções e conjecturas.
  • C Sua importância está exclusivamente vinculada à promoção de habilidades para técnicas de cálculo, sem lidar com estratégias para compreensão de fenômenos.
  • D Deve ser utilizada na capacitação dos alunos para a resolução de problemas através da aplicação de conceitos, procedimentos e resultados para obter soluções e interpretá-las segundo o contexto das situações.

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue o item a seguir quanto à educação física de concepção crítica.


Os PCN’s da educação física defendem como necessárias as aulas que enalteçam a reflexão, em detrimento do movimento, como forma de combater o adestramento físico dos estudantes.

  • Certo
  • Errado

No Brasil, existem documentos oficiais que respaldam a realização de intervenções voltadas à educação sexual nas instituições educativas. Dentre esses documentos, destacam-se os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN). Considerando as orientações contidas especificamente no caderno intitulado "orientação sexual", a atuação do psicólogo escolar e educacional deve

  • A partir da premissa de que o tema da sexualidade é mais amplo que as discussões sobre sexo, uma vez que a sexualidade consiste em uma expressão cultural pautada em parâmetros estabelecidos por cada sociedade para os comportamentos sexuais.
  • B pautar-se na assertiva de que a orientação sexual é exercida primeiramente pelas famílias e, sendo assim, não cabe à instituição educacional abordar pontos de vista, valores e crenças diferentes dos instituídos no âmbito familiar.
  • C priorizar um trabalho diretivo voltado à orientação sexual dos estudantes, valendo-se preferencialmente do aconselhamento individual de tipo psicoterapêutico, haja vista as dificuldades dos professores abordarem esse tema no âmbito pedagógico e coletivo.
  • D evitar que o trabalho com o tema da sexualidade desperte curiosidades e interesses que levem à iniciação sexual precoce, na medida em que as primeiras vivências de prazer iniciam-se na puberdade, com a preparação do corpo para o sexo.

Os PCNs definem como seus temas centrais:

  • A a cidadania, a consciência crítica em relação à linguagem e os aspectos sociopolíticos da aprendizagem de Língua Estrangeira.
  • B a cidadania, sem foco necessário no desenvolvimento de uma consciência crítica em relação à linguagem, e os aspectos linguísticos da aprendizagem de Língua Estrangeira.
  • C a consciência crítica em relação à linguagem, sem foco necessário em questões de cidadania, e os aspectos linguísticos da aprendizagem de Língua Estrangeira.
  • D a gramática e as habilidades específicas de leitura e escrita, que focam nos aspectos linguísticos da Língua Estrangeira.
  • E a gramática e o vocabulário, sem foco necessário na consciência crítica em relação à linguagem ou nos aspectos sociais da aprendizagem de Língua Estrangeira.