Questões de Opinião Pública em Teorias da Comunicação (Comunicação Social)

Limpar Busca

Considere o trecho abaixo da matéria "Sair da 'bolha' para ouvir opiniões políticas diferentes pode acentuar polarização, sugere estudo", publicada pela BBC News
Pesquisadores das universidades de Duke, Brigham Young e Nova York, nos Estados Unidos, "mediram" mudanças no posicionamento ideológico de usuários do Twitter após a exposição a contas associadas a orientações oponentes − aos Democratas ou Republicanos, partidos majoritários no país e, em linhas gerais, mais associados à esquerda e à direita, respectivamente.
Após o teste, republicanos apresentaram tendência substancial a manifestar posições mais conservadoras − em uma escala de sete pontos, um aumento de pelo menos 0,12 pontos (no caso de internautas que responderam aos questionários com mais assiduidade, o valor chega a 0,6 pontos; portanto, considera-se um intervalo de 0,11 e 0,59).
Já entre os democratas, houve uma pequena acentuação em posições liberais, mas esta foi estatisticamente insignificante.
(Disponível em: https://www.bbc.com)
A sectarização política decorrente do isolamento do indivíduo em uma bolha digital de opiniões convergentes com a sua, gerando a sensação de estar sempre (e cada vez mais) certo, é facilitada tecnologicamente por

  • A aumento de velocidade das conexões de internet gerando pletora de informações.
  • B baixo nível de instrução dos usuários, uma vez que o acesso é cada vez mais barato.
  • C algoritmos que selecionam o conteúdo a ser exibido por perfil e afinidades individuais.
  • D maior desejo de uso dos aparelhos e das redes digitais por pessoas engajadas politicamente.
  • E uso de linguagem jornalística em conteúdos claramente falsos, dando credibilidade à mentira.

Na teoria do agendamento, a mídia induz não o que as pessoas pensarão, mas sobre o que elas debaterão. A seleção de assuntos pode ser de acordo com aquilo que um selecionador entende por interesse público (conteúdo jornalístico) ou com a veiculação promocional fundamentada em necessidades comerciais, organizacionais e/ou programáticas (conteúdo publicitário). No processo de comunicação, de acordo com essa teoria, a “saliência” é o conceito que se refere

  • A ao valor dado pelo receptor a um determinado assunto da agenda, realizando a interface entre a percepção individual e a opinião pública.
  • B à forma como um assunto será tratado nos diversos foros sociais de debate (trabalho, casa, vizinhança etc.) provocados pela mídia.
  • C ao tempo em que o tema agendado pela mídia levará da veiculação à agenda do público e à influência sobre a opinião pública.
  • D à falta de confiança do receptor na informação, gerando uma busca por confirmação com informações mais detalhadas e confiáveis.
  • E à frequência e à ênfase com que um conteúdo é veiculado, demonstrando que é julgado muito importante nos círculos publicadores.
A comunicação intensificada no século XXI trouxe para o jornalismo uma dinâmica que ultrapassa questões como atualidade, proximidade, controvérsia, próprias da atividade jornalística, com a participação e colaboração do cidadão comum na divulgação de informações.
Neste sentido, pode
-se afirmar que o jornalismo se organiza
  • A como atividade de narração dos fatos, apurando e divulgando informações de interesse público, e por constituir-se como atividade de natureza social e profissional dos jornalistas, indispensável à vida em sociedade.
  • B como uma atividade que pode ser exercida por qualquer pessoa, sem necessidade de apuração, desde que esteja na hora do acontecimento e consiga registrá-lo e divulgá-lo em tempo real, pelas redes sociais.
  • C sob a responsabilidade exclusiva das empresas de comunicação, assessorias de imprensa, agências de notícias e organizações de informação internacionais, que controlam os jornais, rádios, televisões e plataformas digitais e têm por objetivo a divulgação de notícias do interesse destas empresas e organizações.
  • D como atividade remunerada sob a responsabilidade do Estado Brasileiro, que é o legítimo regulador do mercado e da liberdade de expressão, conforme estabelecido pela Constituição Federal.

As pesquisas e auditorias de opinião e de imagem são importantes ferramentas de relacionamento com públicos estratégicos. Há vários tipos de pesquisas no gerenciamento dos programas de comunicação com os públicos da organização.
Ao trabalharem a partir de sua intuição e de seu julgamento artístico, os técnicos de comunicação e de produção cultural utilizam a abordagem

  • A informal
  • B da não pesquisa
  • C da administração científica
  • D de eventos midiáticos
  • E exclusivamente de avaliação

A respeito da Opinião Pública, é correto afirmar que para Pierre Bourdieu ela

  • A não existe,
  • B representa a opinião da maioria.
  • C é a soma das opiniões individuais.
  • D é a verbalização das opiniões dos líderes da sociedade.
  • E é consensual.