Questões da Prova do Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Diadema (IPRED - SP) - Contador (2018)

Limpar Busca

Sobre o Texto, é incorreto afirmar que:

  • A “O tempo é músculo” é a expressão que os médicos costumam dizer quando alguém sofre um ataque cardíaco.
  • B O coração depende de um fornecimento contínuo de oxigênio.
  • C Se as artérias coronárias entopem e o abastecimento para, as células musculares do coração começam a morrer em questão de minutos.
  • D Cerca de 50 mil brasileiros morrem anualmente em decorrência de insuficiência cardíaca.
  • E Curativos para o coração - preparados em laboratório - podem ser uma nova alternativa radical oferecida pela medicina regenerativa nos próximos cinco anos.

Assinale a alternativa que apresenta uma substituição possível do termo do Texto, que mantém o sentido original, a correção gramatical ou que corrige erro existente:

  • A “músculo” (linha 2) por “minúsculo”.
  • B “para” (linha 5) por “pára”.
  • C “sobrevivem” (linha 12) por “sobrevívem”.
  • D “anualmente” (linha 16) por “por ano”.
  • E “regenerativa” (linha 20) por “degenerativa”.

Acerca da partícula “que” presente no período abaixo retirado do Texto, é correto afirmar que:

“Os pacientes que sobrevivem costumam desenvolver um quadro de insuficiência cardíaca permanente.” (linhas 12 a 14).

  • A Exerce função morfológica de pronome relativo, além de exercer a função de sujeito simples da oração a que pertence.
  • B É um termo anafórico de coesão, no entanto, não estabelece um elo entre duas orações.
  • C Classifica-se como conjunção integrante, não possuindo, portanto, função sintática própria.
  • D Poderia ser corretamente substituída por “às quais”, sem quaisquer outras alterações no período.
  • E Classifica-se sintaticamente como pronome relativo, não possuindo, portanto, função morfológica própria.
“Os médicos costumam dizer que quando alguém sofre um ataque cardíaco, ‘o tempo é músculo’.” (linhas 1 e 2). É correto afirmar que o termo destacado no trecho do Texto introduz uma:
  • A Oração subordinada substantiva objetiva direta.
  • B Oração subordinada substantiva objetiva indireta.
  • C Oração subordinada substantiva predicativa.
  • D Oração subordinada substantiva completiva nominal.
  • E Oração subordinada adjetiva restritiva.
“Se elas entopem e o abastecimento para, as células musculares do órgão começam a morrer em questão de minutos.” (linhas 4 a 7). Assinale a alternativa que justifica corretamente o porquê de o termo destacado não ter sido craseado:
  • A O termo “a” não foi craseado, pois não há preposição exigida por regência nominal de “começam”.
  • B O termo “a” não foi craseado, pois não há preposição exigida por regência verbal de “começam”.
  • C O termo “a” não foi craseado, pois antecede o verbo “morrer” e, diante de verbos, não há crase.
  • D O termo “a” sem crase está incorreto, o correto é “à” (craseado), pois recebe o acento grave o “a” inicial das locuções adverbiais como em “à morrer”.
  • E O termo “a” sem crase está incorreto, o correto é “à” (craseado), pois recebe o acento grave o “a” inicial das locuções conjuntivas como em “à morrer”.