Questões de Funções morfossintáticas da palavra QUE (Português)

Limpar Busca

No trecho “...o homem mais sisudo faz coisas que jamais faria em estado sóbrio...”, o termo destacado é classificado, morfologicamente, como pronome relativo, assim como na alternativa

  • A É necessário que o metalúrgico aprenda a técnica de produção de ferro.
  • B Não diz nada que possa valer a pena, esse nosso amigo!
  • C Não sei que tipo de elemento pode dar origem ao ferro.
  • D Vamos logo estudar que ainda podemos ter sucesso na vida.

No novo estudo, os paleontólogos compararam detalhadamente os novos fósseis que escavaram com materiais depositados em museus e chegaram à conclusão de que havia uma única espécie gigante do grupo na região, a própria S. geographicus. (linhas 28 a 32)


As duas ocorrências da palavra QUE no trecho acima se classificam, respectivamente, como

  • A pronome relativo e conjunção integrante.
  • B conjunção integrante e pronome relativo.
  • C pronome relativo e pronome relativo.
  • D conjunção integrante e conjunção integrante.

Assinale a alternativa que possua um pronome relativo como o em destaque no trecho: “fatores que também podem envolver violência sexual ou em decorrência de violência doméstica.”

  • A É importante que o feminicídio seja combatido.
  • B Nossa intenção é que a sociedade reaja!
  • C As mulheres que são vítimas diárias muitas vezes convivem com o agressor.
  • D Temos fé de que a lei iniba novos casos de feminicídio.
  • E Todos esperam o mesmo: que as mulheres estejam sãs e salvas.
Sobre o vocábulo destacado no trecho “Fiquei aliviada com a interpretação que ela fez da frase que, para mim, ele tinha dito com muita clareza.”, assinale a alternativa correta.
  • A Tem a função de introduzir uma oração independente, que tem sentido completo quando isolada.
  • B Faz referência ao termo anterior, “interpretação”, tratando-se de um elemento coesivo do texto.
  • C Introduz uma oração explicativa.
  • D Apresenta a conclusão do alívio sentido pela narradora.
  • E Poderia ser substituído por “porque”, e o sentido da frase seria mantido.

“São considerados casos suspeitos os pacientes com sintomas da doença e que tenham viajado para área de transmissão ativa do vírus [...]”


Fazendo as alterações necessárias, preservando-se a correção conforme a norma-padrão e o sentido do contexto da frase, o pronome relativo em destaque pode ser substituído por:

  • A “cujos”.
  • B “onde”.
  • C “a quem”.
  • D “os quais”.