Questões da Prova da Câmara Municipal de Carmo do Cajuru - Minas Gerais - Analista de Sistemas - Suporte (2018)

Limpar Busca

O propósito do texto é

  • A apresentar quem realmente foi amado.
  • B demonstrar a importância de ser amado.
  • C mostrar que se deve amar.
  • D refletir sobre o que é o amor.

Ao afirmar que dizia isto com tal plenitude como quem dissesse: sempre me trouxeram flores, sempre comi ostras à beira-mar, o locutor do texto nos faz entender que o velho senhor

  • A apreciava receber flores e comer ostras.
  • B experimentou tudo que há para comer.
  • C foi extremamente feliz, pois soube viver os melhores momentos.
  • D teve noção do que deve fazer para viver a vida com prazer.

As palavras destacadas estão corretamente interpretadas entre parênteses, EXCETO em:

  • A “E aquele homem me confessou que amava sem nenhuma coerção.” (coação)
  • B “E dizia isto com tal plenitude como quem dissesse: sempre me trouxeram flores, sempre comi ostras à beira-mar.” (completude)
  • C “Havia um certo fastio em suas palavras e gestos.” (satisfação)
  • D “Sei que vocês vão me repreender, dizendo: deveria ter nos apresentado o personagem, também o queríamos conhecer, repartir tal acontecimento. E é justa a reprimenda.” (advertência)

As palavras estão utilizadas em sentido conotativo em:

  • A “Não lhe encostei a faca no peito cobrando algo.”
  • B “Parecia pronto para morrer, já que sempre estivera pronto para amar.”
  • C “Se eu fosse rei ou prefeito teria mandado erguer-lhe uma estátua.”
  • D “Sim, porque sobre o amor há várias frases inquietantes por aí...”

Em: “Parecia pronto para morrer, já que sempre estivera pronto para amar.”, o verbo destacado, se flexionado no pretérito imperfeito do indicativo, ficaria:

  • A estava
  • B esteja
  • C esteve
  • D estivesse