Questões de Transformações Societárias, mundo do trabalho e Estado capitalista (Serviço Social)

Limpar Busca

Em tempos difíceis, há uma tendência à atitude passiva ou à resistência, assumindo condições políticas diferenciadas pelos sujeitos coletivos. A conjuntura advinda desde a década de 1990 evidencia, com nitidez:

  • A a materialização, no cotidiano de vida das pessoas, dos direitos sociais.
  • B a retração aos direitos face à universalização das relações mercantis.
  • C a universalização dos direitos sociais face ao trabalho profissional.
  • D a defesa de relações mercantis no tocante à formação profissional.
  • E a manifestação dos direitos sociais e o pleno acesso aos bens e serviços.

No âmbito estatal, o retraimento das funções do Estado e a redução dos gastos sociais vêm contribuindo para o processo de desresponsabilização em relação às políticas sociais universais e, consequentemente,

  • A o retrocesso na consolidação e expansão dos direitos sociais.
  • B o crescimento da consolidação dos direitos sociais.
  • C o fomento de direitos sociais pela esfera estatal.
  • D a fragmentação da desigualdade social.
  • E a sociedade justa e igualitária.

Considerando-se o contexto social, sobretudo com a intensificação da COVID 19, é importante refletir sobre a contemporaneidade, que traz tempos difíceis para:

  • A o capital.
  • B os que detém o poder.
  • C a classe que vive do trabalho.
  • D os que exploram pelo trabalho.
  • E a classe soberana.

As relações humanas são importantes para a construção de um ambiente positivo e favorável ao exercício da profissão. Para um bom clima no trabalho é necessário:

  • A Propor ideias e falar mal dos colegas.
  • B Cooperação e procrastinação.
  • C Respeitar aos colegas e as diferenças.
  • D Empatia e impaciência.

O ideário neoliberal impõe fortes restrições às políticas sociais, estabelecendo uma tendência geral que se expressa na restrição e redução de direitos, justificada com base no argumento central da (o):

  • A Aprofundamento da democracia.
  • B Crise fiscal do Estado.
  • C Ampliação do mercado de trabalho.
  • D Irredutibilidade dos benefícios.
  • E Descentralização entre as esferas públicas.