Questões de Psicologia do Trabalho (Psicologia)

Limpar Busca

Presenteísmo é:

  • A o termo que indica a presença do trabalhador nos postos de trabalho de maneira cotidiana;
  • B a expressão da produtividade potencializada por políticas de motivação;
  • C o aumento da produtividade decorrente de boas políticas de gestão de pessoas;
  • D a elevação de tensões no trabalho híbrido (presencial e a distância) entre os trabalhadores;
  • E a ausência mental do trabalhador por um mal-estar físico e/ou emocional, apesar de estar presente no trabalho.

Com relação à cadeia de valor de uma indústria, assinale a afirmativa correta.

  • A Os elos da cadeia de valor funcionam de forma independente.
  • B Os elos da cadeia de valor são limitados, sendo exclusivos de cada empresa.
  • C As atividades de apoio de uma indústria são logística interna, operações, logística externa, marketing e vendas.
  • D O gerenciamento de uma cadeia de valor colabora para a melhoria da rentabilidade do empreendimento.
  • E As atividades primárias de uma indústria são aquisição, desenvolvimento de tecnologia, gerência de recursos humanos e infraestrutura.

A Psicologia tem oferecido uma relevante contribuição para a compreensão da subjetividade do trabalhador, sem perder de vista a importância dos condicionantes sociais na determinação do processo de adoecer e sofrer no trabalho. A Reforma Trabalhista, a Reforma da Previdência e outras leis aprovadas recentemente introduziram mudanças nas relações de trabalho que podem levar a uma precarização do trabalho e assim ter influência na saúde psicológica dos trabalhadores. Sobre estas mudanças, analise os itens a seguir. I. O contrato de trabalho intermitente com remuneração apenas pelas horas trabalhadas. II. A possibilidade de contratação de funcionários como pessoas jurídicas sem direitos trabalhistas. III. O fim da idade mínima como critério para a aposentadoria no Serviço Público. Está correto o que se afirma em

  • A I e II, apenas.
  • B I e III, apenas.
  • C II e III, apenas.
  • D III, apenas.
  • E II, apenas.

A Psicologia do Trabalho pode ser apreendida como campo de compreensão e intervenção sobre o trabalho e as organizações, em que se promove a análise da interação das múltiplas dimensões que caracterizam pessoas, grupos e organizações, com a finalidade de construir estratégias e procedimentos que promovam, preservem e restabeleçam o bem-estar no ambiente de trabalho. A esse respeito, é correto afirmar que

  • A o controle externo e a ameaça de punição não são os únicos meios de obter o esforço de alcançar os objetivos organizacionais, devendo o homem exercitar a autodireção e o autocontrole a serviço dos objetivos que lhe são confiados pela organização, que deve proporcionar condições para que as pessoas reconheçam e desenvolvam, por si próprias, essas características.
  • B o estágio atual do conhecimento sobre o homem permite afirmar que ele não sente naturalmente prazer em trabalhar, e isso independe do controle de suas condições; a execução do trabalho não pode ser considerada uma fonte de satisfação, que seria voluntariamente desempenhada, ou uma fonte de punição (e deve ser evitada, se possível), que seria assimilada muito lentamente pelo trabalhador.
  • C embora tenha adquirido feições próprias ao final do século passado, a Psicologia do Trabalho surgiu na esteira da Administração Científica do Trabalho, preceituando que cada trabalho fosse atentamente analisado, para que o modo otimizado de executar as tarefas pudesse ser especificado junto a funcionários selecionados de acordo com as características relacionadas ao desempenho no trabalho.
  • D ao estudar o comportamento humano e sua relação com a causalidade dos acidentes de trabalho, a psicologia do trabalho considera a hipótese de atos inseguros serem cometidos pelos trabalhadores na busca do controle das tarefas, que passou para as mãos da gerência, retirando dos trabalhadores qualquer decisão sobre o seu fazer, gerando alienação e descompromisso.
  • E se trata de disciplina aplicada nas teorias modernas de administração, apresentando concepções e premissas acerca da natureza humana, que consideram imanentes à espécie humana atributos como o fato de ser estimulada fortemente por vantagens financeiras e mostrar-se passiva em relação à participação na organização de seu trabalho, demandando orientação e controle sistemáticos.

A perspectiva da Psicologia Positiva tem sido incorporada no contexto do trabalho colaborando com o desenvolvimento de mecanismos psicológicos relacionados a maximização das capacidades psicológicas positivas para o trabalho. A respeito disso, marque a alternativa incorreta que trata das contribuições da Psicologia Positiva na área do trabalho:

  • A A psicologia positiva na área da organização e do trabalho teve impacto no contexto laboral e foi a responsável pelo surgimento do conceito de comportamento organizacional positivo (COP).
  • B O investimento no capital psicológico positivo promove comportamentos de cidadania organizacional, incentivando os comportamentos de cinismo organizacional no ambiente de trabalho.
  • C Partindo da compreensão do capital psicológico positivo vê-se a necessidade de focar no desenvolvimento de estratégias sócio-organizacionais, especialmente, aquelas que venham contribuir para uma avaliação mais previsível na relação trabalhoemprego.
  • D O desenvolvimento do modelo teórico do comportamento organizacional positivo teve como foco refutar as principais teorias e investigações vigentes na área organizacional, as quais, focavam exclusivamente, nas características negativas dos trabalhadores no espaço do trabalho.
  • E O capital psicológico positivo, apresenta um conjunto de benefícios para o funcionamento das organizações uma vez que estudos realizados apontam que esta variável é acompanhada da redução do estresse laboral, da síndrome de burnout, da depressão e do turnover.