Resumo de Química - Óxidos

Compostos que têm um elemento sempre presente


Óxidos são substâncias inorgânicas que apresentam fórmulas químicas binárias, ou seja, formadas apenas por dois elementos. Além disso, nessas composições, um deles é sempre o oxigênio – o mais eletronegativo e que possui número de oxidação (NOX) igual a - 2. E, a depender da reação diante de outros compostos, a exemplo dos ácidos e bases, eles ainda são identificados em dois tipos: moleculares (junção do oxigênio com um ametal) e iônicos (ligação do oxigênio com um metal). 

Nomenclatura


Como todos os óxidos possuem oxigênio em suas estruturas, a nomenclatura varia conforme a categoria que estão inseridos. No caso dos moleculares, funciona da seguinte maneira:
Prefixo + óxido de + prefixo + nome do elemento
Obs: o prefixo remete a quantidade de oxigênios (mono, di, tri, tetra, penta, etc.) e dos elementos que o acompanham. 
Exemplo: CO2 (di + óxido de + mono + carbono) = dióxido de carbono
Já para os iônicos, utiliza-se a regra:
Óxido de + nome do elemento

  • Quando o elemento ligado ao oxigênio tem NOX fico, como zinco, prata e os que pertence na tabela periódica às famílias 1A, 2A e 3A
Exemplo: CaO = óxido de clacio
  • Quando o algarismo romano representa o NOX do elemento
Exemplo: CrO2 = óxido de cromo (IV)


Classificação dos óxidos

Os óxidos são definidos de acordo com seis grupos distintos. A seguir, confira cada um deles:
Ácidos

Também chamados de anidridos ( = sem água), geralmente são compostos por ametais e de caráter covalente. No momento que reagem com água, produzem ácidos. Já quando reagem com base, geram sal e água. 
Exemplos:
  • SO2 (dióxido de enxofre)
  • P2O5 (pentóxido de difósforo)
  • Cl2O6 (hexóxido de dicloro)
  • N2O4 (tetróxido de dinitrogênio)
  • N2O5 (pentóxido de dinitrogênio)
Básicos
São aqueles que fazem o processo contrário aos dos ácidos. Ou seja, ao reagirem com água resultam em bases; e ao reagirem com os ácidos produzem sal e água. Eles mantêm ponto de fusão e ponto ebulição elevados, são formados por metais (elementos bastante eletropositivos) e possuem caráter iônico. Entre os principais estão o CaO (óxido de cálcio), MgO (óxido de magnésio), Na2O (óxido de sódio) e K2O (óxido de potássio).
Neutros
Como o nome já sugere, são os óxidos que não reagem na presença de água, bases ou ácidos. Por isso, são conhecidos como indiferentes ou inertes. Eles também participam da vertente molecular e são criados a partir de ligações químicas covalentes
Devido a essas particularidades, têm poucos representantes. O monóxido de carbono (CO), o monóxido de dinitrogênio ou óxido nitroso (N2O), e o monóxido de nitrogênio ou óxido nítrico (NO) são alguns deles. 
Anfóteros
Esse tipo comporta-se de forma ambígua. Isso quer dizer que diante de uma base funciona como se fosse um ácido e vice-versa. Na maioria dos casos são iônicos, pouco solúveis em água e, mesmo durante a reação com ácidos ou bases, sempre produzem água e sal. 
Exemplos:
  • ZnO (óxido de zinco)
  • PbO2 (óxido de chumbo IV)
  • Al2O3 (óxido de alumínio)
  • Sb2O3 (Trióxido de antimônio)
Duplos, mistos ou salinos
Sólidos, metálicos e iônicos, agem como se fossem a combinação de dois óxidos de uma mesma substância. É o que acontece com o tetróxido de triferro ou pedra ímã (Fe3O4) e o tetróxido de trichumbo (Pb3O4). 
Peróxidos 
Compostos iônicos (exceto o peróxido de hidrogênio - H2O2 ) que podem ter em suas composições – juntamente com a ligação entre dois átomos de oxigênio – metais alcalinos (lítio, sódio, potássio, rubídio, césio e frâncio), metais alcalinos terrosos (berílio, magnésio, cálcio, estrôncio, bário e rádio), prata, zinco ou hidrogênio. 
Exemplos:
  • K2O2 (peróxido de potássio) 
  • Na2O2 (peróxido de sódio)
  • BaO2 (peróxido de bário)
  • MgO2 (peróxido de magnésio)


Você sabia?

  • Os peróxidos são usados como alvejantes de tecidos e na polpa de celulose, que serve para fabricação de papel. Já a solução com apenas 3% de peróxido de hidrogênio, chamada popularmente de água oxigenada, é utilizada na limpeza de ferimentos. 
  • O flúor é mais eletronegativo que o próprio oxigênio, por isso o OF2 (difluoreto de oxigênio) não é considerado um óxido. 
  • O dióxido de silício é um dos componentes que formam a crosta terrestre, sendo encontrado na areia, pedras, quartzo. Na indústria alimentícia, por sua vez, é aplicado na clarificação de bebidas, no controle da viscosidade e atua como antiespumante. 
  • O óxido nitroso (N2O) é um analgésico/anestésico inalatório utilizado pela medicina há mais de 150 anos. De fácil absorção e eliminação, serve para procedimentos rápidos porém desconfortáveis, como trocas de curativos, drenagem de abscessos e biópsias. 
Voltar

Questões