Resumo de Química - Levigação, ventilação e peneiração

Processos físicos de separação de misturas

Levigação, ventilação e peneiração são métodos utilizados na separação de misturas heterogêneas, ou seja, substâncias que apresentam mais de uma fase, como água e ferro, água e óleo, água e areia. Essas técnicas são chamadas de “processos físicos” porque mesmo quando separadas, cada fragmento da mistura conserva suas propriedades.
A maioria das substâncias encontradas estão no estado impuro ou misturadas com outras substâncias, são raros os casos de achá-las no seu estado puro. Por isso, quando há necessidade de trabalhar com apenas um componente, é preciso separar as misturas de seus constituintes individuais.
Um exemplo de substância que precisa passar por um processo de refino, é o petróleo. Em sua forma bruta, o petróleo é uma mistura de vários compostos, como hidrocarbonetos.
Embora as pessoas conheçam muito mais os derivados desse produto, como o diesel, a gasolina, o GLP, em sua forma natural, o petróleo também é muito valioso. Além disso, para formar seus derivados, é preciso separar a mistura mais complexa em outras bem mais simples.
Um outro exemplo comum de separação de misturas é o que ocorre nos garimpos. O ouro geralmente é encontrado junto a uma porção de terra ou areia, e para separá-lo das demais substâncias ele é submetido a uma corrente de água, a esse processo denominamos levigação.
A depender da condição da mistura, ou do seu grau de miscibilidade, pode ser necessário utilizar mais de um processo físico de separação, até que os componentes sejam devidamente separados.
Assim como a levigação, ventilação e peneiração, os demais processos físicos são utilizados desde a Antiguidade. Se engana quem pensa que a água filtrada é uma invenção da modernidade. Muito pelo contrário. Há muito tempo, os povos de antigamente já tinham desenvolvido métodos de filtração para consumi-la.

Como ocorrem a Levigação, ventilação e peneiração

Embora possuam a mesma finalidade, a levigação, ventilação e peneiração se diferenciam em alguns pontos. Primeiro se diferem quanto à técnica, segundo em sua aplicabilidade, que pode variar de acordo com a mistura.
Enquanto a levigação e ventilação separam misturas heterogêneas com base na densidade, a peneiração promove as dissociação por meio da granulação.
 
Sendo assim, a levigação e a ventilação separam a mistura entre a substância mais densa e a menos densa, e na peneiração os grãos maiores se separam dos grãos menores. Vale destacar que, para o processo de peneiração, deve-se levar em conta o tamanho dos grãos. Não há como separar por peneiração, grãos do mesmo tamanho.
Quando se fala em processos de separação de misturas, muitas pessoas pensam que essa prática pode estar longe do cotidiano, mas a verdade é que fazemos separação de misturas o tempo inteiro. Para entender melhor cada método, observe como eles são aplicados na prática.
Levigação - Essa técnica resume-se a submeter a mistura a uma corrente de água. O objetivo da levigação é o de fazer com que a substância mais densa permaneça em precipitado no fundo, enquanto a menos densa seja arrastada pela força da água.
Por isso, a levigação é um método utilizado na separação de misturas sólidas, geralmente utilizado quando é preciso separar misturas que contêm metais pesados, preciosos, detritos de mineração. É muito comum utilizar a técnica para separar as misturas de rochas com caules ou ouro da areia e outras pedras de menor densidade.
Ventilação - Como o próprio nome sugere, a ventilação é um processo que também é utilizado para sólidos granulados, no qual a mistura é submetida a uma corrente de ar. Assim, as substâncias menos densas são arrastadas pelo vento, enquanto as mais densas permanecem.
Geralmente, a ventilação é utilizada na agricultura, na colheita e beneficiamento de grãos, separando-os da sua casca. Quem cria passarinhos ou roedores também utiliza o processo de ventilação para separar os grãos(parte mais densa) das cascas e folhas (parte menos densa), só que essa separação ocorre de forma manual, soprando-se. Mas quem trabalha com as aplicações agrícolas geralmente tem maquinários e grandes ventiladores para realizar essa atividade.
Peneiração - A peneiração talvez seja o processo que está mais próximo do cotidiano. Essa técnica consiste em peneirar a substância para separar os elementos sólidos. Enquanto a parte mais grossa fica retida na peneira, a parte mais fina passa pelos furos, daí as substâncias são separadas.
Assim como as citadas acima, a peneiração é utilizada para separar os grãos mais grossos dos mais finos e tem aplicabilidade em diversas áreas, desde as industriais, até nas atividades do dia a dia. Como, por exemplo, para peneirar a polpa da fruta de suas sementes, para separar a areia das britas, cascalhos.
De modo geral, a  levigação, ventilação e peneiração são processos iguais de separação de misturas sólidas que ocorrem por meios diferentes.
Voltar

Questões