Resumo de Sociologia - Interação Social

Como a sociologia define essa relação entre os indivíduos?

A interação social é algo presente na vida dos indivíduos, pois é um processo voltado às relações sociais que são desenvolvidas com aqueles que nos cercam. Para a sociologia, esta é inclusive uma condição necessária para formação da sociedade, já que é a partir desse meio que as pessoas se transformam em sujeitos sociais.
O contato social e a criação de redes de relacionamentos são responsáveis pelo desenvolvimento da comunicação e da geração de determinados comportamentos. Diante desse contexto, a interação social tornou-se um tópico de estudo extremamente importante não só na sociologia, mas também em várias outras áreas do conhecimento como a filosofia e antropologia.
Ao provocar uma reflexão para os dias atuais, é possível notar que este assunto gera uma ampla discussão em diversos cenários, e por isso torna-se bastante provável de ser cobrado nas provas do Enem. E uma das possibilidades de abordagem do tema está relacionado ao avanço das tecnologias, pois com a expansão da internet outras formas de se comunicar foram estabelecidas, trazendo com isso novos padrões de interação social.


Tipos de interação social

De uma forma geral, a interação social parte do princípio de que há uma recíproca da comunicação entre os indivíduos. No entanto, muitos estudiosos ressaltam que a interação social envolve diversas formas e pode ocorrer entre uma ou mais pessoas, assim como essa relação pode ser estabelecida em diferentes ambientes. De acordo com a teoria de John B. Thompson, existem quatro modos diferentes de interação entre os indivíduos. São eles:
  • Interação face a face: nesse caso a relação ocorre entre duas ou mais pessoas de forma presencial. Um exemplo é a interação entre um professor em sala de aula e os alunos.
  • Interação mediada: refere-se a interação feita por meio de um objeto mediador como o telefone e o computador.
  • Quase-interação mediada: apesar de ser um tipo de interação social parecida com a citada anteriormente, esta se diferencia por apresentar apenas um fluxo de comunicação, ou seja, é unidirecional. Além disso, não há uma definição acerca do destinatário, como ocorre em uma conversa telefônica, em que sabe-se com quem se fala. Como exemplo é possível citar a interação entre o telespectador assistindo o jornal na TV ou uma pessoa fazendo a leitura de um livro.
  • Interação mediada on-line: esse é um exemplo claro da interação vivida por nós na era digital. A comunicação acontece de “todos com todos” ou entre duas ou mais pessoas. Como exemplo destaca-se o de publicações nas redes sociais, em que há alta possibilidade de interação entre as pessoas. Nesse caso também é possível citar as conversas entre as pessoas por meio de aplicativos.

A interação social na era digital

A internet hoje em dia é uma das ferramentas mais poderosas que temos, pois além de proporcionar maior acesso às informações ela também facilita a comunicação. O espaço virtual tornou-se o meio pelo qual as pessoas mais se relacionam e interagem, trazendo consigo algumas mudanças de comportamentos, especialmente nas relações interpessoais e também na linguagem utilizada por nós. 
O uso das redes sociais, por exemplo, são as ferramentas que marcam esse novo espaço de sociabilidade. A simultaneidade das ações e interatividade proporcionada por elas colaboram para os vínculos e criação de relações sociais, mas, em contrapartida, são permeadas de alteridade, decepção e estigmas.
Todos esses aspectos da era digital trazem à tona diferentes dinâmicas para a sociedade moderna, fazendo com que os indivíduos se adaptem às diversas situações que surgem no universo tecnológico. Tais reformulações destacam-se, sobretudo, nas relações estabelecidas por esse meio, que costumam ser baseadas em interesses, pensamentos e ideias em comum.
Voltar

Questões