Resumo de Química - Gases Nobres

Gases nobres são os elementos químicos encontrados no grupo 18, ou família 8A da tabela periódica, também chamado de grupo zero, porque em condições ambientes sua reatividade é nula.

Os gases nobres foram identificados por meio da análise espectrográfica da luz solar. Dessa forma foi percebida a presença do gás hélio no sol que faz parte desse família.

De acordo com o próprio nome, todos esses elementos são encontrados no estado gasoso em condições ambientes.

Os gases nobres são chamados assim por serem elementos que não combinam com os outros elementos. Ou seja, eles não precisam fazer ligações químicas para ficarem estáveis.

Quais são os gases nobres?

Os gases nobres são: Hélio (He), Neônio (Ne) Argônio (Ar), Criptônio (Kr), Xenônio (Xe), Radônio (Rn) e Oganésson (Og).

Hélio

O Hélio possui o símbolo He, tendo como número atômico 2 (2 prótons e 2 elétrons). É um gás com densidade menor que a do ar, ou seja, ele sobe quando é liberado no ar.

Do grego “helius”, quer dizer “sol”, pois foi visto pela primeira vez no sol. É o único dos gases nobres que não possui 8 elétrons na camada de valência, de acordo com a Teoria Octeto.

É um gás monoatômico, inodoro e incolor. Tem o menor ponto de evaporação e sua solidificação é somente sob pressões extremamente grandes.

O gás hélio é utilizado para enchimento de bexigas e como líquido refrigerado de materiais supercondutores. Além disso, é usado em balões dirigíveis e como gás engarrafado é usado por mergulhadores.

Curiosidade: alguns programas de televisão fazem brincadeiras inalando o gás nobre hélio, pois ele modifica a voz de quem o inala. Sabe por que ocorre esse fenômeno?

O som se propaga de um jeito muito mais rápido no hélio que no ar, e isto faz com que a mudança no timbre aconteça.

Neônio

O Neônio possui o símbolo Ne, com número atômico 10 (10 prótons e 10 elétrons) e peso atômico 20,183u. Também conhecido como Néon, é considerado o segundo gás mais leve.

O nome tem origem do grego “neos”, que quer dizer “novo”, pois foi descoberto no final do século XIX e os cientistas não acreditavam na existência de novos elementos químicos.

Sob baixas pressões, o Neônio emite uma luz brilhante com diversas tonalidades.

Geralmente são usados em lâmpadas fluorescentes, e sua mistura com o gás argônio gera válvulas para o aparelho de raios-x. Além disso, usado também em seu estado líquido nos sensores ultrassensíveis de infravermelho.

Curiosidade: sabe aqueles outdoors ou letreiros luminosos em anúncios publicitários. Saiba que todo aquele brilho é proveniente do gás neon. São luzes de néon.

Argônio

Argônio é o gás nobre de símbolo Ar, número atômico 18 (18 prótons e 18 elétrons) e massa atômica 40u. Do grego “argos”, quer dizer “preguiçoso” pelo fato de possuir baixa reatividade.

Argônio é um dos gases nobres bons para a conservação de materiais oxidáveis, por isso é aplicado em peças de museus e em lâmpadas incandescentes com o intuito de evitar a ação corrosiva.

Ele também é um gás usado nos airbags de automóveis e na medicina, em cirurgias oftalmológicas, em sua forma de laser.

Criptônio

O Criptônio possui símbolo Kr, número atômico 36, massa atômica 83,8u e é um gás incolor, inerte, insípido e inodoro. Do grego “kripton”, quer dizer “oculto”, pelo fato de ser muito difícil encontrá-lo na atmosfera.

Na medicina é usado para cirurgia de retina. Além de ser usado em lasers, projetores e lâmpadas.

Xenônio

O Xenônio possui símbolo Xe, número atômico 54 (54 prótons e 54 elétrons) e massa atômica 131,3u. É um gás raro, incolor, inodoro e pesado.

Do grego “xénos”, quer dizer estrangeiro/estranho. É um gás usado em tubos de descargas, ou seja, é um dispositivo emissor de luz para tubos eletrônicos e usado em lâmpadas para bronzeamento artificial.

Além disso, é usado em anestesia geral, projeção de foguetes espaciais, no display de plasma para televisão e em lâmpadas especiais de aviações e projeções do cinema.

Radônio

O Radônio possui símbolo Rn, número atômico 86 (86 prótons e 86 elétrons) e massa atômica de 222u. É um gás natural formado pelo decaimento do urânio-238.

É um elemento incolor e radioativo. Então, é utilizado em algumas radioterapias para o tratamento de câncer. Além de ser componente em cápsulas de aplicação em pacientes com tumores junto com o elemento químico radioativo Rádio (Ra).

Oganésson

Oganésson possui o símbolo Og, número atômico 118 (118 prótons e 118 elétrons) e foi descoberto em 2016. No início foi nomeado de Ununóctio, do latim que quer dizer “um, um, oito”, exatamente o seu número atômico.

Foi mudado para Oganésson pela IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada), em referência ao físico nuclear que descobriu o elemento, Yuri Oganessian.

Características gerais dos gases nobres

  • Gasosos: em Condições Naturais de Temperatura e Pressão (CNTP), a 25ºC e 1atm, esses gases nobres estão todos no estado físico gasoso.
  • Estabilidade Atômica: os átomos dos gases nobres possuem sua camada de valência completa. Então, eles não fazem ligações químicas.
  • Baixo ponto de fusão e ponto de ebulição.
  • Camada de valência completa: todos os gases possuem 8 elétrons na última camada, com exceção do hélio que possui 2.
Voltar

Questões