Resumo de Sociologia - Estereótipo

Uma imagem preconcebida sobre algo ou alguém

O estereótipo é um tipo de padrão que a sociedade constrói. É uma ideia preconcebida que acaba colocando as pessoas ou grupos sociais em “caixinhas”, criando rótulos, ditando seus comportamentos e padronizando sua imagem de forma bem preconceituosa. 
Ao longo dos anos, à medida que as sociedades iam se desenvolvendo, os estereótipos iam surgindo. Eles eram relacionados ao comportamento feminino e masculino, modo de se vestir, de se comportar, de se relacionar e tantos outros. Hoje, infelizmente, o estereótipo está presente no inconsciente coletivo. Mas, assim como qualquer ideia que foi construída e perpetuada ao longo dos anos, os diversos tipos de estereótipos podem ser quebrados. 


Como o estereótipo é construído

O estereótipo é uma construção cultural. Isso quer dizer que as crenças, os costumes, os valores e os hábitos de uma sociedade contribuem para a construção de estereótipos. Por isso que na maioria das vezes ele atua de maneira inconsciente. Estamos tão habituados com esse tipo de comportamento, que muitas vezes o reproduzimos sem perceber. Quantas vezes você já achou estranho ver uma menina brincando de futebol ou um homem usando camisa rosa? 

Isso acontece porque a sociedade criou um modelo de homem e mulher que se diferencia do exemplo citado acima. Esse modo de pensar traz uma carga de preconceito muito grande, porque a partir das inferências preconcebidas do inconsciente, determinamos que tipo de pessoa ela é. 


Os estereótipos também ganham força nos meios de comunicação, sendo veiculados pela televisão, rádio, internet. Um exemplo comum que pode ser observado é a visão estereotipada da Região Nordeste, principalmente nos lugares onde o clima é semiárido. Quantas vezes você já ligou a televisão e ouviu falar sobre “A seca do nordeste” e junto com ela a imagem da carcaça de boi e o depoimento de famílias sofridas? Esse é um tipo de reportagem que já foi repetido tantas vezes, que as pessoas tendem acreditar que não cai chuva no Nordeste, e na verdade o problema não é esse. 


Além de entender que naquela região as chuvas são regulares, já existem várias alternativas para o problema da estiagem.  A grande dificuldade está em como armazenar essa água, porque como o clima é seco, ela evapora muito rápido, e nem sempre alcança áreas mais profundas do solo. Esse é um exemplo que ocorre com frequência no Brasil, mas ainda existem outros tipos de estereótipos muito comuns.

Tipos de estereótipos mais comuns

Estereótipo de gênero
O estereótipo de gênero se refere ao padrão de comportamento feminino e masculino. Essa é uma ideia construída socialmente, que acompanha as crianças assim que elas nascem. Meninos e meninas usam roupas de cores determinadas, só podem brincar com alguns brinquedos e é claro, seu comportamento deve se adequar ao seu gênero. Um dos grandes problemas causados por esse tipo de preconceito é que a padronização do comportamento não respeita a individualidade de cada pessoa. Se, a partir do momento em que ela nasce, só pode seguir um padrão de interesses, ela acaba sendo limitada.


Estereótipo de classe social e econômica
Esse tipo de padronização é um dos mais nocivos para a sociedade. A ideia estereotipada de classe social e econômica é extremamente prejudicial, sobretudo quando acompanhada pelo recorte de raça. As pessoas são “avaliadas”, segundo a posição social a qual pertence. Assim como os grupos sociais são separados por “superior e inferior”, tudo o que pertence a eles recebe a mesma atribuição. A ideia de que as pessoas que vivem nas periferias e favelas são criminosos surge a partir dos estereótipos. 


Estereótipo da beleza
Esse tópico está relacionado aos aspectos físicos. Ou seja, existe um ideal de corpo, peso, rosto, cabelo, boca, unha, pés, roupa, que se difere de acordo com a cultura de cada país. É provável que o padrão de beleza da Alemanha, seja diferente do Brasil, que não é parecido com o do Japão, e por aí vai. É interessante que com o passar dos anos o padrão de beleza tem mudado muito, e mais do que nunca, as pessoas tem buscado aceitar cada vez mais suas características, formas, cabelo, esse é um discurso muito forte entre as mulheres, que são as que mais sofrem com isso. 


Estereótipo cultural
Associado às culturas, etnias e raças. Desenvolvemos uma ideia preconcebida sobre as pessoas e também sobre os lugares de onde elas vêm. Como, por exemplo, além de acreditar que a população africana passa fome, reproduzimos a ideia de que a África é um lugar consumido pela pobreza. Tem gente que até acredita que a África é um país só, quando na verdade é um continente composto por 54 países. Outro estereótipo comum é o do árabe terrorista ou da mulher brasileira “fácil”. Através dessa forma de pensar, as pessoas acabam criando uma aversão ao estrangeiro, e desenvolvem outros tipos de preconceito, como a xenofobia ou o etnocentrismo.

Voltar

Questões