Resumo de Química - Álcool

O álcool é um tipo de função da Química Orgânica que possui na sua estrutura hidroxilas (-OH) ligadas a átomos de carbono saturados. Entre as suas características, podemos mencionar a solubilidade em água, alto poder de inflamação e polaridade.

O grupo funcional dos álcoois, em alguns caso, é representado por R-OH, sendo que o R remete ao grupo alquila - radical orgânico monovalente formado pela retirada de um átomo de hidrogênio de um hidrocarboneto saturado.

A presença da hidroxila também é comum à classe dos enóis, em que o –OH está ligada a um carbono insaturado (nesse caso ligação dupla). Há também a possibilidade da hidroxila está ligada a um carbono do anel benzênico, caracterizando um fenol.

Classificações

A depender da ligação da hidroxila com o carbono os álcoois podem ser classificados como:

  • Primário: ligado a um átomo de carbono;
  • Secundário: ligado a dois átomos de carbono;
  • Terciário: ligado a três átomos de carbono.

Você sabia que os álcoois não são necessariamente líquidos?

Os álcoois primários e saturados de cadeia normal, que possuem até 11 carbonos são líquidos incolores, enquanto os demais são sólidos. Já quando o álcool tem até três carbonos, apresenta um cheiro agradável.

Na medida que a cadeia carbônica aumenta, os líquidos se tornam viscosos. Ao alcançarem mais de 11 carbonos transformam-se em sólidos inodoros, semelhantes à parafina.

Os álcoois também podem ser classificados de acordo com o número de hidroxilas:

  • Monoálcool: possui uma hidroxila;
  • Diálcool: possui duas hidroxilas;
  • Triálcool: possui três hidroxilas.

Nomenclatura

A nomenclatura dos álcoois segue as regras da União Internacional da Química Pura e Aplicada (IUPAC). Confira abaixo:

Prefixo + infixo + ol                                                                    

  • O prefixo indica a quantidade de carbonos na cadeia;
  • O infixo indica o tipo de ligação entre os carbonos da cadeia;
  • O sufixo indica a função orgânica, o “ol” está relacionado à hidroxila.

Além das três regras apresentadas acima, existem alguns casos especiais:

1Após identificar a cadeia principal – a que tiver o maior número de carbonos e ligado ao OH – deve ser numerada de acordo com a proximidade do grupo funcional;

2– É necessário localizar na cadeia carbônica a posição em que ocorrem as ramificações, insaturações e o grupo funcional;

3 – As ramificações devem aparecer primeiro na nomenclatura e em ordem alfabética;

4 – Os diálcoois e os triálcoois devem ser indicados por meio dos prefixos di, tri, tetra, etc.;

5 – No caso dos álcoois cíclicos, deve-se adicionar a palavra ciclo no início e a cadeia principal é o ciclo.

Exemplos:

O álcool etílico e outros tipos

O álcool etílico (C2H6O), também conhecido como etanol, é um dos tipos de álcoois mais comuns. Esse composto orgânico é utilizado para produção de bebidas, alimentos, medicamentos produtos de limpeza, perfumes e combustíveis.

O etanol em condições normais é líquido, incolor e solúvel em água, pois é uma molécula polar (formada por ligação covalente). Seu odor é muito peculiar, o ponto de ebulição é atingido aos 78 ºC, enquanto o ponto de fusão é atingido em -114 ºC.

O Brasil é o segundo maior produtor de etanol do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos da América (EUA). No território brasileiro a principal matéria-prima do etílico é a cana-de-açúcar e a produção segue quatro passos:

1- Trituração da cana: a cana passa por um processador e forma-se o caldo de cana;

2 – Produção de melaço: o caldo de cana é aquecido para se obter o melaço;

3- Fermentação do melaço: é adicionado ao melaço fermentos biológicos, consequentemente é formado o mosto fermentado;

4- Destilação do mosto: o produto passará pelo processo de destilação fracionado, dando origem a solução composta por 96% de etanol e 4% de água.

Além do álcool etílico existem outros tipos:

  • Álcool metílico ou metanol (CH3OH)
  • Álcool isopropílico ou isopropanol (C3H8O)
  • Álcool propílico ou propanol (C3H8O)
  • Álcool bornílico ou borneol (C10H18O)
  • Álcool iodado (solução com 0,1% de iodo)
  • Glicerol ou propanotriol (C3H8O3)
  • Sorbitol ou glucitol (C6H14O6)
  • Álcool anidro (etanol com apenas 1% de água)
Voltar

Questões