Questões de Concursos da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)

Limpar Busca

A correlação estabelecida entre o fragmento textual e a explicação linguística aponta para uma incorreção gramatical em:

  • A “boa parte dos médicos (...) estudou em escolas públicas” ⇔ O verbo concorda com o núcleo “parte” e, por isso, é flexionado no singular.
  • B “quaisquer outras matérias” ⇔ O plural de “qualquer” é um caso especial. Trata-se de palavra composta: qual (plural = quais) + quer (verbo = sem plural).
  • C “Porque quem fala(...).” ⇔ Em perguntas indiretas “porque” é sempre escrito junto.
  • D “E por quê?” ⇔ “Por quê” em perguntas e em final de frase deverá ser escrito separadamente e com acento sobre o “e”.
De acordo com o Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União, Autarquias e das Fundações Públicas Federais, durante o estágio probatório o servidor será avaliado nos seguintes aspectos:
  • A Flexibilidade, Capacidade de trabalhar em equipe, Inovação, Produtividade e Motivação.
  • B Disciplina, Flexibilidade, Inovação, Capacidade de comunicação, Motivação e Responsabilidade.
  • C Capacidade de trabalhar em equipe, Disciplina, Inovação, Produtividade e Responsabilidade.
  • D Assiduidade, Disciplina, Iniciativa, Produtividade e Responsabilidade.

Sobre o endereço da internet http://planalto.brasilia.com/documento/principal.html , é incorreto afirmar:

  • A “http” é o protocolo utilizado neste endereço.
  • B “principal.html” é a página solicitada neste endereço.
  • C “documento” é um subdomínio de “planalto.brasilia.com”.
  • D “planalto.brasilia.com” é o domínio utilizado neste endereço.

A definição correta para a palavra “capital” na última frase do texto é:

  • A letra maiúscula.
  • B sede do governo central de um nação.
  • C dinheiro, valor monetário.
  • D principal, essencial.

O agente público é aquele que:

  • A ocupa cargo público, efetivo ou cargo em comissão da Administração Direta e Indireta.
  • B por força de lei ou por qualquer ato jurídico, presta serviço permanente, temporário, eventual ou excepcional, ainda que sem retribuição financeira, para a Administração Pública.
  • C exerce atividade pública remunerada na Administração direta e Autarquias.
  • D exerce atividade pública remunerada na Administração Pública e Empresas públicas.