Questões de Provas da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) Página 1

A leitura atenta do Texto I permite sustentar que a narradora

  • A pertencia a uma família que era possuidora de uma casa em Olinda, Recife.
  • B tinha uma alegria enorme quando chegavam as temporadas de banho de mar com a família.
  • C sofria com uma infância infeliz e só se alegrava quando via um porco de verdade.
  • D levantava mais cedo do que toda a família para tomar café e ir logo para a praia.
  • E ficava assustada com o pouco movimento das ruas quase desertas.

Para garantir uma compreensão adequada de um texto, é preciso reconhecer o modo como o tema foi desenvolvido, identificando a sequência em que as ideias nele foram expostas.

Assim, antes de o texto apresentar a opinião do sociólogo Martel sobre a convivência entre a cultura globalizada e as culturas locais (3º parágrafo), refere-se 

  • A ao aparecimento de países emergentes que podem interferir na polarização entre americanos e europeus no domínio dos bens culturais
  • B ao imperialismo cultural de origem americana promovido pela capacidade de produzir cultura de massas que agrada ao grande público.
  • C à possibilidade de declínio da cultura americana devido à competição com os meios de comunicação dominados por países europeus.
  • D à importância crescente da internet para criação de ferramentas inovadoras de alfabetização, para pessoas que não têm acesso a uma livraria ou biblioteca.
  • E à complexa relação de amor e ódio que existe entre alguns povos do mundo e os americanos, devido à grande penetração em termos de cultura de massas.

No Texto I, a narradora diz que “uma luz trêmula de sol escondido nos banhava e banhava o mundo" (l. 22-24).

Essa imagem apresenta indícios de que

  • A o sol estava encoberto, talvez por nuvens, talvez por folhagens.
  • B uma inversão entre o sol e sua luz justifica essa visão subjetiva.
  • C a luz parecia reproduzir as mesmas emoções da menina.
  • D o dia amanhecia mais tarde do que o costumeiro.
  • E os banhos de mar aconteciam em qualquer lugar.

O 6º parágrafo do texto pode ser sintetizado em:

  • A A criação de ferramentas inovadoras de alfabetização para atender às comunidades pobres das favelas tem o objetivo de ampliar o acesso a livrarias e bibliotecas.
  • B A prova de que a tecnologia só traz benefícios às pessoas é que a queda dos preços dos smartphones no Brasil e na África permitirá a veiculação das diferentes culturas nacionais a países de todo o mundo.
  • C O crescimento da internet, promovido por programas governamentais de criação de lan houses e venda de smartphones, permitirá a ampliação do poder da cultura de massas de origem americana no Brasil.
  • D A popularização dos meios de comunicação digital, como telefones celulares, permitirá que pessoas de classes desfavorecidas possam ter acesso às informações veiculadas na rede mundial de computadores.
  • E O investimento em alfabetização, os programas de doação de livros e de acesso a bibliotecas são estratégias governamentais para possibilitar que todas as pessoas tenham acesso à informação e à cultura de massas.

Que fragmento do Texto I comprova a valorização especial que a narradora dava a esse momento de sua infância?

  • A “Meu pai também acreditava que o banho de mar salutar era o tomado antes de o sol nascer" (l. 5-6)
  • B “Nós nos vestíamos depressa e saíamos em jejum" (l. 13-14)
  • C “No bonde mesmo o tempo começava a clarear" (l. 21-22)
  • D “a frase de deslumbramento ficou sendo uma das brincadeiras da minha família" (l. 27-29)
  • E “Eu me agarrava [...] a essa ilha encantada que era a viagem diária" (l. 34-36)