Questões de Libras

Limpar Busca

O capítulo 2 do Código de Ética do Intérprete de Libras, que trata da relação com o contratante do serviço, prevê que

  • A acordos em níveis profissionais com o intérprete devem ter remuneração de acordo com a empresa que contrata sem negociação.
  • B o intérprete deve ser autônomo em decidir o valor de sua remuneração de acordo com o tipo de atuação profissional na esfera federal, quando concursado.
  • C o intérprete deve esforçar-se para reconhecer os vários tipos de assistência ao surdo. Em atendimentos privados, o surdo vulnerável economicamente, pode solicitar serviço de qualquer intérprete de Libras de forma gratuita e deve ser atendido por esse profissional na empresa solicitante.
  • D o intérprete deve ser remunerado por serviços prestados e se dispor a providenciar serviços de interpretação, em situações onde fundos não são possíveis.
  • E acordos em níveis profissionais devem ter remuneração tendo como base a tabela do Instituto Nacional da Educação de Surdos – INES.

Lacerda (2014), em sua obra “Intérprete de Libras: em atuação na educação infantil e no ensino fundamental”, apresenta estudos, práticas de sala de aula e projetos envolvendo o aluno surdo. Na obra, há relevantes considerações sobre “traduzir versus interpretar” (LACERDA, 2014, p. 14). Sobre o tema, considere as afirmativas a seguir.
I- Traduzir liga-se à tarefa de versar de uma língua para outra trabalhando com textos escritos. II- Ao traduzir para a língua alvo, pode-se consultar dicionários, livros, pessoas na busca de trazer os sentidos pretendidos do modo mais adequado. III- Interpretar está ligado à tarefa de versar de uma língua para outra nas relações interpessoais, trabalhando na simultaneidade, no curto espaço de tempo entre o ato de enunciar e o ato de dar acesso ao outro àquilo que foi enunciado. IV- O intérprete trabalha nas relações sociais em ato, nas relações face a face, e deve tomar decisões rápidas sobre como versar um termo ou um sentido de uma língua para outra, sem ter tempo para consultas ou reflexões.
Está correto somente o que se afirma em

  • A I e II.
  • B II e III.
  • C III e IV.
  • D I, II e IV.
  • E I, II, III e IV.

Conforme Felipe (2007), as línguas de sinais utilizam as expressões faciais e corporais para estabelecer tipos de frases. Assim, “precisa-se estar atento às expressões facial e corporal que são feitas simultaneamente com certos sinais” (FELIPE; MONTEIRO, 2007, p. 64). Em frases negativas, essas expressões são essenciais. Observe:

Nesse caso, temos um exemplo de negação feito através do processo de

  • A incorporação de um movimento contrário ou diferente do sinal negado.
  • B acréscimo do sinal “não” ou “jamais” feito com as mãos junto à frase.
  • C intensificador representado pela boca fechada junto ao sinal afirmativo.
  • D expressão facial neutra junto ao sinal negado e empréstimos do português.
  • E negação com numeral seguido do sinal ou do sinal seguido do numeral.

Para Santos (2012), os classificadores são configurações de mãos que representam objetos, pessoas ou animais. Assim, as ilustrações a seguir podem ser interpretadas, respectivamente, por meio das seguintes frases:

  • A A cobra rasteja na grama. / A menina caiu na rua.
  • B A bandeira tremula no chão. / A cadeira quebrou.
  • C O peixe nada no rio. / Uma pessoa sentou na cadeira.
  • D A maré está agitada. / Alguém anda pela rua.
  • E O carro anda na rua. / O banco da praça é azul.

Quadros (2004) menciona que, na Libras, os sinalizadores estabelecem os referentes associados com uma localização no espaço. As ilustrações a seguir representam, respectivamente,

  • A 1- Eu digo a você / 2- El@s disseram a mim / 3- Eu disse a Ele / 4- Você disse a mim.
  • B 1- El@s me disseram / 2- Você disse a mim / 3- Você disse a Ela / 4- Eu disse a você.
  • C 1- Eu digo a você / 2- Você nos disse / 3- Vocês me disseram / 4- El@s disseram a mim.
  • D 1- El@s disseram a mim / 2- Eu digo a você / 3- El@s disseram a el@s / 4- Você me disse.
  • E 1- Eu digo a você / 2- Você disse a el@ / 3- El@ disse a mim / 4- Eu disse a vocês.