Questões de Fisioterapia

Limpar Busca

O conhecimento da anatomia periférica do corpo humano é essencial na avaliação dos problemas complexos encontrados em um paciente com dor. O local da dor pode indicar uma área suprida por uma única raiz nervosa, por um nervo periférico ou por um ramo de um nervo periférico. Quando o paciente queixa de dor no músculo tibial anterior, o nervo periférico a ser avaliado é o

  • A Tibial.
  • B Ciático.
  • C Fibular.
  • D Femoral.

As metas de um programa de reabilitação para artroplastia total do quadril são aliviar a dor, desenvolver novamente uma função musculoesquelética confortável e técnicas de proteção articular que evitam sobrecarga da articulação protética. O manejo pós-operatório da artroplastia total do quadril consiste nos seguintes procedimentos, EXCETO

  • A Realizar exercícios isométricos para ganho de força muscular, na fase inicial da reabilitação, mesmo na presença de dor.
  • B Encaminhar o paciente para reabilitação no terceiro ou quinto dia pós-operatório.
  • C Realizar exercícios de amplitude de movimentos ativo-assistidos do quadril, protegendo a flexão ou rotação interna e adução excessivas.
  • D Restringir a flexão de quadril para até 90º, por três meses.

A compressão do nervo mediano ocorre secundariamente a muitos fatores, entre eles a vibração, posicionamento desconfortável do punho e mão, pressão local na base da palma da mão. Os sintomas são produzidos não somente por compressão nervosa, mas por isquemia intraneural. Analise as alternativas abaixo e marque aquela correspondente ao diagnóstico do quadro clínico apresentado.

  • A Fenômeno de Raynaud.
  • B Síndrome do Túnel do Carpo.
  • C Tenossinovite de De Quervain.
  • D Neuropatia de Guyon.

Na reabilitação da espasticidade e anormalidades do tônus muscular, as mobilizações diárias para a manutenção das amplitudes de movimento e o alongamento muscular estático previnem contraturas e encurtamentos capsulares e reduzem a hiperatividade do reflexo de estiramento. A fisioterapia utiliza modalidades físicas em seu programa de reabilitação para espasticidade. Analise as alternativas abaixo e marque a alternativa CORRETA.

  • A Ficar de pé é uma forma de estiramento estático. Pode reverter a contratura precoce e reduzir a excitabilidade do reflexo de estiramento, porém é menos eficaz na normalização da marcha.
  • B O alongamento muscular prolongado com imobilização gessada em série ou órteses são contraindicados na espasticidade, pois levam à atrofia da fibra muscular e contraturas.
  • C A estimulação elétrica dos músculos espásticos é contraindicada, pois provoca dor.
  • D O resfriamento muscular inibe o reflexo de estiramento e estimula a ocorrência de clônus.

Alguns testes especiais são característicos à anatomia e às condições patológicas de cada articulação. No ombro, o teste que determina a estabilidade do tendão da porção longa do bíceps, no sulco bicipital, é o teste de

  • A Neer.
  • B Hawkins.
  • C Yergason.
  • D Yokun.