Questões de Fisioterapia Cardiovascular (Fisioterapia)

Limpar Busca

Sr. Alfredo tem 62 anos e recebeu diagnóstico de febre reumática há 30 anos. Desde então fez acompanhamento médico e usou medicamentos específicos para proteção cardíaca e articular. O médico então o encaminhou para você, para que houvesse auxilio fisioterápico voltado para melhoria da condição aeróbica do Sr. Alfredo. No dia da avaliação física, durante a ausculta cardíaca, você percebeu o seguinte som: TUM - TÁ - SHHH
Esse som pode corresponder a:

  • A Uma insuficiência da valva mitral.
  • B Uma estenose da valva pulmonar.
  • C Uma insuficiência da valva aórtica.
  • D Defeito do estetoscópio.

A insuficiência cardíaca congestiva (ICC) é definida como consequência da incapacidade dos ventrículos em bombear quantidades adequadas de sangue para manter as necessidades periféricas do organismo, ou seja, implica em incapacidade do sistema circulatório prover oxigênio e demais nutrientes em proporção adequada à demanda metabólica. Durante a aplicação de ventilação não-invasiva (VNI) para o edema agudo de pulmão (EAP) de origem cardiogênica, os efeitos da pressão positiva levam

  • A à redução do retorno venoso; ao aumento da pressão transmural; à redução da pré-carga do ventrículo esquerdo e ao aumento da pós-carga do ventrículo esquerdo.
  • B à redução do retorno venoso; à redução da pressão transmural; ao aumento da pré-carga do ventrículo esquerdo e ao aumento da pós-carga do ventrículo esquerdo.
  • C à redução do retorno venoso; à redução da pressão transmural; à redução da pré-carga do ventrículo esquerdo e à redução da pós-carga do ventrículo esquerdo.
  • D ao aumento do retorno venoso; à redução da pressão transmural; ao aumento da pré-carga do ventrículo esquerdo e ao aumento da pós-carga do ventrículo esquerdo.
  • E à redução do retorno venoso; à redução da pressão transmural; à redução da pré-carga do ventrículo direito e à redução da pós-carga do ventrículo direito.

A Insuficiência Cardíaca Crônica é uma síndrome complexa que compromete múltiplos sistemas, ocasionando como principais sintomas a dispneia e intolerância progressiva ao esforço físico, sendo importante uma avaliação antes de iniciar o programa de treinamento. Um dos testes que pode servir de parâmetro de acompanhamento dos ganhos funcionais na reabilitação cardiovascular é o teste de caminhada de 6 minutos. Sobre os fatores que podem reduzir o teste citado, é CORRETO afirmar:

  • A Excesso de peso e gênero feminino.
  • B Estatura alta e gênero masculino.
  • C Grande motivação e experiência prévia com o teste.
  • D Utilizar antes do teste medicações para o tratamento de uma doença incapacitante.

O exercício resistido, exercício ativo no qual uma contração muscular dinâmica ou estática é resistida por força externa, aplicada mecânica ou manualmente, é um quesito imprescindível num programa de reabilitação. Marque o item que contém uma das contraindicações desse tipo de exercício.

  • A Fase crônica do Acidente Vascular Encefálico.
  • B Doença cardiopulmonar grave.
  • C Lesões musculoesqueléticas.
  • D Alterações do equilíbrio e da postura.

O exercício físico passou a ser recomendado como intervenção primária e secundária na prevenção da doença arterial coronariana estável, principalmente na última década. Quanto à prescrição do exercício físico para essa população, assinale a alternativa INCORRETA

  • A A frequência de exercícios físicos recomendada é de 3-5 vezes por semana.
  • B A frequência cardíaca de treinamento deve se situar entre 70 e 85% da FC (Frequência Cardíaca) máxima obtida no teste ergométrico.
  • C Nos pacientes iniciantes, deverá ser usada a faixa de 50-60% da FC de reserva e 60-80% da FC de reserva para os condicionados.
  • D Os exercícios de musculação estão contraindicados nessa população.