Questões da Prova do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso do Sul (TCE-MS) - Auditor de Controle Externo (2013)

Limpar Busca

Assinale a alternativa em que o sentido do enunciado é coerente e sua forma obedece à norma padrão da língua.

  • A Apesar da internet, estar lenta devido a chuva, continuo conectado.
  • B Apesar da internet, estar em nosso cotidiano, muitos não têm acesso a essa tecnologia.
  • C Apesar de a internet, ainda envio carta pelo correio.
  • D Apesar de a internet ter impingido aos leitores novas formas de ler, os internautas mobilizam estratégias diversificadas de leitura.
  • E Apesar da internet, os livros impressos continuarão a ser produzidos.

Leia a introdução do editorial “Tempo de amadurecer”, publicado na Gazeta do Povo (28/06/13), e indique a alternativa que contém uma asserção coerente com o conteúdo do fragmento.
Em pouquíssimo tempo, os protestos de rua que começaram semanas atrás já passaram por diversas fases. Depois do início tumultuado, da violência policial, das grandes manifestações com dezenas de milhares de pessoas e do ressurgimento do vandalis- mo, já é possível pensar em um momento de amadu- recimento. Um gigante acordado, por si só, pouco pode fazer quando ele não sabe ao certo como vai passar o resto do seu dia. [...]

  • A A mobilização popular espontânea foi um passo importante, mas para se alcançar os efeitos desejáveis, na sequência, será necessário usar o bom-senso e recorrer a estratégias de organização.
  • B Os protestos do povo brasileiro nas ruas foram em vão; apenas geraram transtorno, vandalismo e hostilidade contra as instituições.
  • C A mobilização popular, por fazer ressurgir o vandalismo, não se configura como um exercício saudável de cidadania.
  • D Manter a mobilização popular é colocar as instituições em risco. É chegada a hora de recuar para evitar que as cidades paguem um alto preço pelos protestos.
  • E Finalmente, o gigante acordou. Embora as cidades venham sofrendo danos causados por vândalos que se aproveitam do momento para atos de rebeldia, o ímpeto dos protestos não deve arrefecer.

O texto abaixo, fragmento de editorial da revista Veja (18/08/04), serve de base para a questão a seguir. Em sua Ética a Nicômaco, o filósofo grego Aristóteles (384-322 a.C.) produziu a definição clássica do papel da imprensa. “Alguns poucos cidadãos adquirem o poder de fazer políticas públicas. Todos, porém, têm o direito de criticá-las”, escreveu o famoso discípulo de Platão. A sabedoria de Aristóteles está principalmente em ter estabelecido que os governos e seus críticos, embora façam parte da mesma sociedade, ocupam nela esferas inteiramente diferentes. Os primeiros têm o poder. Os segundos, o direito. Por essa razão, a qualidade da imprensa deve ser sempre medida por seu grau de independência nas relações com os governos. Estes são tanto melhores quanto mais preservam a liberdade de seus críticos. [...]
Assinale a alternativa VERDADEIRA.

  • A No segmento Os segundos, o direito, houve omissão da forma verbal têm, fato que comprometeu a clareza da informação.
  • B A frase que está entre aspas, por ser uma citação literal, deveria ter sido colocada em parágrafo diferente, ou seja, separada da frase inicial.
  • C As aspas empregadas no texto podem ser substituídas por travessões.
  • D O conectivo embora pode ser substituído por mesmo que, sem necessidade de ajuste na forma do verbo fazer.
  • E O conectivo porém (usado na citação) pode ser substituído por portanto sem haver comprometimento de sentido entre os segmentos relacionados pelo conectivo.

Um dos preconceitos presentes na cultura brasileira é o preconceito linguístico, que fica muito claro numa série de afirmações falaciosas do próprio brasileiro. Analise os itens a seguir e assinale aquele revelador de preconceito.

  • A O português brasileiro, assim como qualquer outra língua, caracteriza-se pela diversidade de falares, ou seja, é constituído por um conjunto de variedades.
  • B O português brasileiro é diferente do português europeu, mas isso não significa que este seja melhor, superior àquele.
  • C Na língua oral, a pronúncia deve espelhar a forma ortográfica das palavras.
  • D O português vai mudando com o passar do tempo – esse é um fenômeno próprio das línguas, e não um sinal de sua degeneração.
  • E Respeitar a variedade linguística dos falantes é uma forma de respeito à multiculturalidade social.

O trecho a seguir apresenta o emprego inadequado de pronomes relativos, o que prejudica a clareza e a coesão textual. Assinale a alternativa que apresenta a substituição adequada, segundo a norma culta da língua portuguesa.
Os protestos dos cidadãos que ocorreram na tarde de ontem, onde os manifestantes se exaltaram, repercutiram muito negativamente para a imagem da cidade, onde foi depredada. O poder público interveio, à qual a melhor solução fosse encontrada. Após muito diálogo, os manifestantes, que a reivindicação era digna, foram atendidos.

  • A quando – a qual – para que – cuja
  • B cujo – que – onde – aos quais
  • C os quais – a qual – para que – de quem
  • D para a qual – que – a fim de que – os quais
  • E cujo – à qual – onde – os quais