Questões da Prova da Câmara Municipal de Campo Limpo Paulista - São Paulo - Controlador Interno (2018)

Limpar Busca

A partir da leitura do texto, entende-se que o gosto, dentro e fora do Spotify,

  • A corresponde a preferências complexas, que podem ser previstas ao menos parcialmente.
  • B deriva de um conjunto de fatores indiferentes à escolha individual.
  • C se orienta por padrões matemáticos que rechaçam a aleatoriedade.
  • D é de ordem individual e, por isso, se mantém inalterado com o tempo.
  • E resulta do esforço de cada um em diferenciar-se dentro de um grupo.

Ao problematizar a relação entre gosto e algoritmos, o autor organiza sua argumentação

  • A elencando citações que corroboram uma única ideia.
  • B de modo unilateral, enfatizando os riscos dos algoritmos.
  • C apresentando pontos de vista distintos sobre o tema.
  • D visando convencer o leitor acerca das vantagens do Spotify.
  • E de forma a omitir juízos contrastantes acerca do objeto de discussão.

Uma palavra que substitui o vocábulo padronizados, em destaque ao final do segundo parágrafo, sem prejuízo de sentido, é:

  • A identitários.
  • B rudimentares.
  • C heterodoxos.
  • D estereotipados.
  • E estigmatizados.

Uma expressão empregada com sentido figurado está destacada em:

  • A … uma lista personalizada de músicas… (1º parágrafo)
  • B … usos aplicados ao consumo cultural… (1º parágrafo)
  • C … começam a desenhar suas séries de sucesso… (1º parágrafo)
  • D … nos torna chatos, previsíveis… (2º parágrafo)
  • E … para que tenhamos mais dados… (2º parágrafo)

O acréscimo da vírgula, embora altere ligeiramente o sentido da frase do texto, não prejudica a correção gramatical em:

  • A O sistema se baseia em um algoritmo, cuja evolução e usos aplicados ao consumo cultural são infinitos.
  • B O algoritmo constrói, assim um universo cultural adequado e complacente com o gosto do consumidor…
  • C A primeira dificuldade é conseguir a massa crítica para que tenhamos, mais dados e as projeções sejam melhores.
  • D Mas sempre se corre, o risco de ficar em uma mesma área de recomendação.
  • E O algoritmo do Spotify não me parece menos, confiável do que a fórmula caótica que cada ouvinte inventou.