Questões de Semântica (Redação Oficial)

Limpar Busca

De acordo com o Manual de Redação, “as conjunções coordenativas unem elementos de mesma natureza (substantivo + substantivo; adjetivo + adjetivo; advérbio + advérbio; e oração + oração). Já as conjunções subordinativas unem duas orações de natureza diversa: a que é introduzida pela conjunção completa o sentido da oração principal ou lhe acrescenta uma determinação.” Quando um período não apresenta uma conjunção adequada, ligando orações, o mesmo se prejudica quanto à coesão e coerência. Observe estes períodos: 
Não tenho muito tempo. Leio jornal diariamente. 
A melhor redação que traz a união desses períodos de forma coesa e coerente é: 

  • A Não tenho muito tempo, por conseguinte leio jornal diariamente.
  • B Não tenho muito tempo, contanto eu leio o jornal diariamente.
  • C Leio o jornal diariamente, embora não tenha muito tempo.
  • D Eu leio o jornal diariamente, porquanto não tenho muito tempo.

De acordo com o Manual de Redação da Presidência da República, sobre a semântica, marcar C para as afirmativas Certas, E para as Erradas e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
( ) O emprego de expressões ditas de uso consagrado confere uniformidade e transparência ao sentido do texto. Isso quer dizer que os textos oficiais devem limitar-se à repetição de chavões e de clichês. ( ) O problema do abuso de estrangeirismos inúteis ou empregados em contextos em que não cabem é, em geral, causado pelo desconhecimento da riqueza vocabular de nossa língua ou pela incorporação acrítica do estrangeirismo. ( ) Considerando-se o significado de determinada palavra, leva-se em conta sua história, sua estrutura e, por fim, o contexto em que se apresenta.

  • A C - C - E.
  • B C - E - E.
  • C E - C - C.
  • D E - E - C.
  • E E - C - E.

Ao tratar dos parônimos, o Manual de Redação da Presidência da República ressalta a importância de não se confundirem determinados vocábulos que, embora possam apresentar grafia ou pronúncia semelhantes, diferem-se quanto ao significado. A esse respeito, assinale a alternativa em que o termo destacado está corretamente empregado.

  • A O Secretário solicitou a seu assistente a descriminação mais detalhada das atividades daquela semana.
  • B O comportamento descuidado por vezes é suficiente para infligir determinadas regras de convívio social.
  • C A sessão não pôde ser iniciada porque o número necessário de Vereadores ainda não estava presente.
  • D O Secretário recebeu os comprimentos do presidente da Câmara pela clareza na apresentação das propostas.
  • E Dada a urgência do tema, os Vereadores foram avisados de que era eminente a convocação à reunião.

A comunicação escrita oficial é a forma pela qual se redigem as correspondências e os atos administrativos no serviço público. A alternativa que contém características de uma redação coerente é:

  • A deve ser dado aos assuntos que constam das comunicações oficiais decorre da ausência de impressões individuais de quem comunica: embora se trate, por exemplo, de um expediente assinado pela chefia de determinada área, é sempre em nome do Serviço Público que é feita a comunicação.
  • B consiste no uso de palavras adequadas para que o pensamento seja expresso e entendido imediatamente pelo leitor. É necessário que se coloque uma ideia após a outra, hierarquizando as informações.
  • C seleciona as ideias, central e secundárias, escolhendo as mais importantes e cimentando-as por meio de um ponto comum. A coerência organiza a sequência das ideias, de modo que o leitor perceba facilmente como elas são importantes para o desenvolvimento do texto.
  • D é aquele que transmite o máximo de informações com o mínimo de palavras. Resulta de um trabalho de reflexão (o que escrever?) e de elaboração (como escrever?), concentrando-se na essência da mensagem.
  • E possibilita a imediata compreensão pelo leitor. O autor fará uso de língua-padrão, de entendimento geral, com formalidade e padronização, para a uniformidade dos textos.

O chefe de uma repartição pública leu uma correspondência oficial, e sua crítica principal, baseado na norma padrão da língua portuguesa, é a de que o texto continha pleonasmo, o que significa que o erro encontrado tinha a seguinte característica:

  • A texto rebuscado, ou seja, uso excessivo de linguagem culta e formal.
  • B pessoalidade, na medida em que se utilizava de expressões coloquiais.
  • C redundância, ou seja, repetição de uma mesma ideia com palavras diferentes.
  • D cacófato, pois a falta de clareza dificultava a mensagem principal.
  • E paralelismo, ou seja, faltava objetividade na comunicação.