Questões de Saúde Pública (Veterinária)

Limpar Busca

É competência privativa do médico-veterinário a assessoria técnica do Ministério das Relações Exteriores no País e no estrangeiro, em assuntos relativos à produção e à indústria animal.

  • Certo
  • Errado

A esporotricose é uma micose cutânea ou subcutânea, de evolução subaguda ou crônica, causada pelo fungo do Complexo Sporothrix, espécies schenckii e brasiliensis. Pesquisadores apontam tratar-se de uma zoonose em franco crescimento e ainda negligenciada pelo setor público. Sobre essa doença, é CORRETO afirmar

  • A A esporotricose pode acometer diversas espécies de animais e já foi descrita em equinos, cães, felinos, bovinos, suínos, camelos, primatas e no homem, sendo uma doença de notificação compulsória apenas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco.
  • B A espécie S. brasiliensis foi considerada mais virulenta em modelos animais, fazendo com que a invasão de tecidos ocorra de forma rápida, com altas taxas de letalidade. Em temperaturas de 25 a 30°C, o fungo apresenta-se sob a forma de hifas nos componentes do ambiente, porém, à temperatura de 37°C, assume a forma parasitária de levedura que se multiplica nas lesões de pele.
  • C Gatos e cães têm importante papel epidemiológico na transmissão e propagação da doença, principalmente os gatos não castrados e de livre acesso à rua, uma vez que as lesões cutâneas nessas espécies contêm grande quantidade de células fúngicas infectantes e os caracterizam como notáveis fontes de infecção.
  • D O diagnóstico da enfermidade é realizado através de exames presuntivos associados aos complementares como a citologia, exame de cultura micológica, histopatologia, provas sorológicas, testes intradérmicos, inoculação em animais e na reação em cadeia de polimerase. No entanto, a histopatologia é o método definitivo para o diagnóstico da esporotricose.

Sobre a febre maculosa brasileira, escreva V ou F, conforme seja verdadeiro ou falso o que se afirma nos itens abaixo.
( ) É uma doença infecciosa febril crônica, transmitida por carrapatos, de gravidade variável, que pode cursar com formas leves e atípicas até formas mais graves, com baixa taxa de letalidade. ( ) No Brasil, os principais vetores e reservatórios são os carrapatos do gênero Amblyomma. Entretanto, potencialmente, qualquer espécie de carrapato pode ser reservatório de riquétsias. Os equídeos, roedores, como a capivara (Hydrochaeris hydrochaeris), e marsupiais, como o gambá (Didelphis sp), têm importante participação no ciclo de transmissão da febre maculosa e há estudos recentes sobre o envolvimento desses animais como amplificadores de riquétsias, assim como transportadores de carrapatos potencialmente infectados. ( ) Reação de imunofluorescência indireta é o método sorológico mais utilizado para o diagnóstico das riquetsioses. Em geral, os anticorpos são detectados a partir do 7º até o 10º dia de doença. Os anticorpos IgM são considerados específicos e não apresentam reação cruzada com outras doenças (dengue, leptospirose, entre outras). ( ) Cultura com isolamento da riquétsia é o método diagnóstico ideal. O isolamento do agente etiológico é feito a partir do sangue (coágulo) ou de fragmentos de tecidos (pele e pulmão obtidos por biópsia) ou de órgãos (pulmão, baço, fígado obtidos por necropsia), além do carrapato retirado do paciente. O vetor coletado deverá ser acondicionado em frasco apropriado e encaminhado ao laboratório de referência para ixodídeos.
Está CORRETA, de cima para baixo, a seguinte sequência:

  • A V, F, V, F.
  • B F, V, F, V.
  • C V, V, F, F.
  • D F, V, V, V.

Com relação aos ciclos de manutenção do agente etiológico, o complexo teníase-cisticercose e a febre maculosa são respectivamente:

  • A ciclozoonose e zoonose direta.
  • B euzoonose e metazoonose.
  • C metazoonose e parazoonose.
  • D parazoonose e metazoonose.

A febre maculosa é uma é uma doença infecciosa febril aguda, considerada uma zoonose. Assinale alternativa que contenha o gênero que é o principal responsável pela transmissão do agente etiológico:

  • A Amblyomma.
  • B Culex.
  • C Aedes.
  • D Pulex.
  • E Tunga.