Questões de Reportagem (Jornalismo)

Limpar Busca

Para mostrar aos telespectadores que a emissora está no local em que transcorre o fato jornalístico que está sendo coberto, é comum a participação do repórter fazendo

  • A uma “cabeça” de repórter.
  • B um boletim de abertura.
  • C um encerramento de matéria
  • D um stand up
  • E um lead.

Para os especialistas no assunto, os elementos do discurso jornalístico transportados para a televisão simplificam-se porque, como sucessor do radiojornalismo, o telejornalismo segue algumas recomendações desse último.

Entre essas orientações, é correto afirmar que o texto do telejornalismo deve

  • A optar por palavras médias e extensas para favorecer o entendimento do telespectador.
  • B preferir a voz passiva, começando a frase pelo sujeito.
  • C evitar, a qualquer custo, a redundância, mesmo tendo consciência de que o ouvinte possa não ter acompanhado a notícia desde o início.
  • D utilizar frases médias e longas com um só núcleo informativo para dar ao telespectador todos os desdobramentos do fato jornalístico.
  • E evitar apostos, orações intercaladas e períodos em que o sujeito e o complemento não estejam muito distantes.

Assinale a alternativa que apresenta gêneros jornalísticos informativos:

  • A entrevista, crítica, reportagem investigativa e notícia.
  • B entrevista, reportagem, notícia e nota.
  • C editorial, reportagem, nota e notícia.
  • D editorial, reportagem, crônica e entrevista.
  • E coluna de notas, coluna de opinião, coluna social e reportagem.

Como se sabe, as pautas de reportagens são elaboradas a partir de fatos geradores de interesse editorial, e tem como objetivo o planejamento do(a):

  • A edição.
  • B manufatura.
  • C superposição de preceitos.
  • D escrita informal.
  • E disposição hexagonal.
Constitui uma das condutas que devem orientar a atividade do repórter enquanto fonte de produção jornalística:
  • A Fazer generalizações de fatos isolados.
  • B Cuidar com o uso de adjetivos e dar preferência aos verbos.
  • C Tratar com humor a humilhação e o sofrimento das pessoas.
  • D Julgar os entrevistados e opinar na elaboração do seu trabalho.