Questões de Instituições sociais, normas e valores (Sociologia)

Limpar Busca

As teorias clássicas desenvolvidas no âmbito da sociologia brasileira abordam principalmente a formação do povo brasileiro, a organização das instituições sociais e o desenvolvimento econômico do Brasil. A esse respeito, assinale a opção correta.

  • A As teorias desenvolvidas para explicar a formação do Brasil desconsideram aspectos da miscigenação como instrumentos relevantes para estudar o país.
  • B A escravidão ocorrida no território brasileiro, outrora colonial, é negligenciada nas produções sociológicas brasileiras devido a sua complexidade analítica.
  • C A sociologia brasileira é caracterizada por uma grande produção teórica relacionada aos fatores de miscigenação da população e pela influência que essa diversidade de etnias exerceu sob o desenvolvimento e a organização das instituições e estruturas sociais brasileiras.
  • D A sociologia brasileira analisa as desigualdades sociais e raciais no Brasil a partir de uma única perspectiva, conforme a qual a própria população é responsável pelas mazelas sociais existentes.
  • E A produção cultural e a formação da ética e da moral do povo brasileiro denotam aspectos socialmente construídos e não possuem relação com os processos de colonização no Brasil.

As teorias clássicas desenvolvidas no âmbito da sociologia brasileira abordam principalmente a formação do povo brasileiro, a organização das instituições sociais e o desenvolvimento econômico do Brasil. Considerando essas informações, assinale a opção correta.

  • A A sociologia brasileira é constituída por duas gerações: científica e contemporânea.
  • B As teorias dependentistas apontam que a manutenção da posição de desenvolvimento de uma nação é diretamente dependente da posição emergente de outras nações.
  • C Para as teorias baseadas na concepção desenvolvimentista, há impossibilidade de superação da posição emergente em que o Brasil se encontra, ainda que haja investimentos massivos no processo de industrialização.
  • D As teorias sociológicas que tratam do desenvolvimento econômico do Brasil negligenciam os aspectos culturais, morais e éticos em suas análises.
  • E Tanto as teorias dependentistas quanto as teorias desenvolvimentistas surgiram da perspectiva econômica marxista.

Leia os quadrinhos abaixo.



(Fonte: https://suburbanodigital.blogspot.com)

A respeito do comportamento da personagem Mafalda, assinale a alternativa correta.
  • A O conhecimento sobre a realidade é respeitado por todos e, desta maneira, não gera conflito social
  • B A realidade empírica pode levar a comportamentos mais agressivos e submissão do grupo
  • C A divergência de opinião é necessária dentro da sociedade, mas é geradora de conflitos, ocasionada, muitas vezes, pela intolerância e falta de diálogo
  • D A educação formal que determina um tipo de conhecimento da realidade gera a incapacidade de pensar

Por Fanatismo se entende uma cega obediência a uma ideia, servida com zelo obstinado, até exercer violência para obrigar outros a segui-la e punir quem não está disposto a abraçá-la. (...) O Fanatismo está geralmente ligado ao dogmatismo, isto é, à crença numa verdade ou num sistema de verdades que, uma vez aceitas, não devem ser mais postas em discussão e rejeitam a discussão com os outros; a este corresponde no campo prático o sectarismo, isto é, a parcialidade para com os adeptos e o ódio para com os não crentes. Numa sociedade onde um grupo de fanáticos ganha poder, gera-se como reação e se alastra o espírito do conformismo.
Fonte: BOBBIO, Norberto. Dicionário de Política. Brasília: Editora UNB, 1998 (adaptado).
De acordo com o texto assinale a alternativa INCORRETA.

  • A O fanático é aquele que em ato contínuo de devoção estrutura sua mentalidade como a que deverá se sobrepor a todas as outras, se necessário, com violência.
  • B O fanatismo favorece aos indivíduos uma concepção plural de sociedade, na qual os diversos grupos conseguem vocalizar suas ideias e serem atendidos em suas demandas.
  • C Aqueles que demonstram fanatismo político, acabam por perder o senso crítico, possibilitando, ao líder de governo, a tomada de quaisquer ações, mesmo que essas não sejam de seu interesse.
  • D O principal inimigo do fanatismo é o espírito crítico, pois este considera a pluralidade das ideias, encontrando a base para estabelecer um senso de tolerância e diálogo.
O sociólogo contemporâneo, Michel Maffesoli, revitalizou no tempo presente uma categoria clássica da tradição sociológica sobre o antagonismo de “comunidade e sociedade”, inaugurando a expressão “tribo urbana” como um fenômeno que surge da necessidade de jovens se agruparem a um grupo e criarem uma nova identidade nas grandes metrópoles. Voltando às raízes da sociologia moderna encontramos no sociólogo alemão Ferdinand Tonnies a primeira grande reflexão sobre a problemática sociológica envolvendo a tensão entre comunidade e sociedade no século XIX. Sobre esta reflexão de Tonnies podemos afirmar que:
  • A O conceito “comunidade” diz respeito à solidariedade e comunitarismo dos primeiros cristãos do século IV e de movimentos anti-sionistas da Alemanha do século XIX.
  • B O conceito de “comunidade” traz relação às práticas partidárias dos comunistas do século XIX.
  • C O conceito de “comunidade” abrange formas de relacionamento caracterizado por um elevado grau de engajamento moral, ligação intencional e laços fortes tradicionais de identidade.
  • D O conceito “comunidade” tem relação com as comunas da idade média em processo de emancipação diante das cidades antigas.
  • E O conceito “comunidade” foi pensado para expressar uma sociedade complexa que considerasse a diversidade, vontade arbitrária e o estrangeirismo de modo racional.