Questões de Fisiologia do Exercício (Educação Física)

Limpar Busca

O aquecimento nas aulas de educação física serve, também, para que ocorra a transição do repouso para o exercício. As adaptações fisiológicas ao exercício são necessárias para que o corpo entre e se mantenha em movimento.
Sendo assim, o termo déficit de oxigênio compreende

  • A o retardo na captação e consumo do oxigênio durante a fase de estado estável, depois que as fontes aeróbicas de produção de energia tenham sido ativadas.
  • B a diferença entre o consumo de oxigênio nos primeiros minutos de exercício (até 4 minutos) e o consumo de oxigênio alcançado após a entrada no estado estável.
  • C a ativação das vias de glicólise para a transição bioenergética responsável pela manutenção do exercício que compreendam tempos de até 20 minutos de exercício moderado.
  • D a demanda causada pelo exercício intenso, nas fases de desenvolvimento e produção de energia, que gera a necessidade de aumento da frequência respiratória indeterminada.

O conhecimento de diferentes conceitos de fisiologia do exercício são importantes para a organização de uma aula de educação física.
A dor muscular de início tardio (24h a 48h) após o exercício pode ser explicada

  • A pelo acúmulo de ácido lático.
  • B pela lesão tecidual.
  • C por laceração das terminações nervosas.
  • D pela acumulação do cálcio circulante.

Em fisiologia do exercício, sabe-se que, durante as atividades de baixa intensidade (<30% do VO2 máximo), as gorduras são a principal fonte de substrato e, em atividades de alta intensidade (>70% do VO2 máximo), os carboidratos são utilizados predominantemente.
Durante o exercício, a taxa de trabalho relacionada à transição entre o consumo de gorduras e carboidratos é denominada ponto de:

  • A inflexão.
  • B transição.
  • C ATP (adenosina trifosfato).
  • D cruzamento.

O dispêndio energético depende de vários fatores, entre os quais se pode fazer referência ao tipo de exercício, à sua frequência, duração, intensidade, às condições climáticas, à condição física geral e específica do indivíduo, à relação da composição corporal e muscular em termos de fibras musculares do tipo I, IIa e IIb, assim como os aspectos nutricionais. Com relação ao conceito de mobilidades cíclicas e acíclicas e às demandas energéticas e / ou modalidades do movimento durante o exercício, assinale a alternativa incorreta.

  • A A fisiologia do exercício é o conjunto de transformações que têm início na conversão e na liberação de energia, para a realização das atividades musculares, que resultam na contração muscular e nas mudanças nos mecanismos reguladores dos órgãos e tecidos visando garantir a manutenção da capacidade vital do organismo humano.
  • B As modalidades cíclicas são aquelas que não têm repetição contínua do movimento, e em que a naturalidade e a espontaneidade dos gestos técnicos são marcantes; esportes de equipe como futebol, voleibol, basquetebol e handebol estão entre as modalidades mais populares dessa caracterização.
  • C O substrato proveniente da alta produção de energia pela via fosfato está presente em práticas esportivas que envolvem atividades de alta velocidade e curta duração, como estímulos curtos de corrida e natação, lançamento de dardo e arremesso de peso, cabeceio ou mesmo a rápida mudança de direção durante um drible no futebol.
  • D Os carboidratos são a principal fonte de energia extraída dos alimentos, mas parte da ingestão desses nutrientes, quando o corpo se encontra em repouso, é convertida diretamente em moléculas de glicogênio, que são armazenadas no fígado e nos músculos para sua conversão em moléculas de energia utilizável.

Em fisiologia do esforço com relação aos estímulos externos, ou mesmo em ações isoladas que não requerem movimentos durante o exercício, as ações musculares podem ser divididas em diferentes tipos.
Marque a opção CORRETA em relação aos tipos de ações musculares e suas características.

  • A Ações musculares estáticas ocorrem quando o músculo produz um torque maior do que o da resistência externa, levando, consequentemente, ao seu encurtamento.
  • B As ações musculares isométricas ocorrem quando o torque produzido pelo músculo é maior ao da resistência externa, produzindo com isso uma tensão sem que ocorra o deslocamento angular das articulações.
  • C As ações musculares excêntricas denominadas também como encurtamento passivo, ocorrem quando o torque produzido pelo músculo é menor do que o da resistência externa, levando ao seu alongamento.
  • D Ações musculares concêntricas ocorrem quando o músculo produz um torque maior do que o da resistência externa, levando, consequentemente, ao seu encurtamento.