Resumo de Português - Travessão

O travessão é bastante utilizado no início das falas em um discurso, podendo ser usado também para substituir as vírgulas ou parênteses em orações intercaladas.

Assim como outros sinais de pontuação, o travessão serve para caracterizar alguns elementos no texto, como por exemplo o começo de um diálogo.

Travessão no discurso direto

Nos casos em que há discursos diretos, o sinal de travessão é utilizado quando se inicia a fala de um personagem, quando há mudança de interlocutores ou quando existe mudança para o narrador através de um verbo que anuncia o discurso, como: dizer, perguntar, responder, entre outros.

Exemplo:

— Quando você pode passar na minha casa? — perguntou o estudante

— Por volta das 19h. — respondeu a professor

Outro exemplo: 

Pneu furado

O carro estava encostado no meio-fio, com um pneu furado. De pé ao lado do carro, olhando desconsoladamente para o pneu, uma moça muito bonitinha. Tão bonitinha que atrás parou outro carro e dele desceu um homem dizendo “pode deixar”. Ele trocaria o pneu.

– Você tem macaco? – perguntou o homem.

– Não – respondeu a moça.

– Tudo bem, eu tenho – disse o homem – Você tem estepe?

– Não  – disse a moça.

– Vamos usar o meu – disse o homem. E pôs-se a trabalhar, trocando o pneu, sob o olhar da moça. Terminou no momento em que chegava o ônibus que a moça estava esperando. Ele ficou ali, suando, de boca aberta, vendo o ônibus se afastar. Dali a pouco chegou o dono do carro.

– Puxa, você trocou o pneu pra mim. Muito obrigado.

– É. Eu… Eu não posso ver pneu furado. Tenho que trocar.

– Coisa estranha.

– É uma compulsão. Sei lá.

(Luís Fernando Veríssimo. Pai não entende nada. L&PM, 1991).

Travessão nas orações intercaladas

Em alguns casos, o travessão pode ser utilizado como substituição da vírgula ou dos parênteses, como em orações intercaladas. Veja os seguintes exemplos:

  • Há quem o faça — mas não o aconselha — por isso não o farei.
  • Eles dizem — embora ninguém acredite — que são de confiança.

Travessão para criar destaque

No destaque de alguma parte da frase, o travessão realça uma informação sobre um elemento, principalmente quando aparece no fim da mesma. O travessão também serve para destacar o aposto.

Exemplo:

  • Aquelas duas meninas — a Camila e a Tatiana — ficaram ajudando no fim da festa.

Exemplo:

  • O Brasil – o maior produtor e exportador de carnes do mundo – acaba de lidar com um escândalo sem precedentes envolvendo as maiores empresas de frigorífico do mundo. Além de casos de corrupção, houve denúncias de violação de normas sanitárias e de uso de matéria-prima inapropriada para produção de embutidos.

Como se faz o travessão?

Alguns atalhos no teclado do computador podem facilitar a inclusão do travessão nos textos, como:

  • Opção 1: Alt + 0151
  • Opção 2: Ctrl + Alt + – (teclado numérico)
  • Opção 3: AltGr – (teclado numérico)

Diferença entre travessão, hífen e meia-risca

Muitos acabam se confundindo entre o travessão, hífen e a meia-risca. Diferentemente desses dois últimos, onde não há um espaço antes e após seu uso, no travessão o espaço é obrigatório.

A meia-risca, menor, serve para ligar elementos em série, como por exemplo:

  • 1997–2006
  • A–Z 
  • Rio–Lisboa 
  • Áustria–Itália

O hífen, ainda menor, serve para unir palavras compostas (ex.: couve-flor), fazer a divisão de uma palavra no final de linha e, principalmente, fazer divisão em pronomes oblíquos (ex.: ouve-se, fê-lo, arrumaram-no).

Voltar

Questões