Resumo de Matemática - Tipos de Gráficos

Os tipos de gráficos integram variados mecanismos para a representação de acontecimentos em forma de dados.  Eles facilitam a interpretação dos fenômenos, tornando-os mais informativos.

Os gráficos são figuras que analisam informações qualitativas, ordenadas ou quantitativas através da matemática. Por esses motivos, entendê-los corretamente facilita a compreensão dos fatos presentes no cotidiano. 

Você sabe o que são gráficos?

Gráficos são esquemas visuais utilizados na demonstração de valores numéricos ou informações através de linhas, pontos e formas geométricas.

Servem para indicar a dimensão estática dos fatos, apontar tendências e padrões, além de comparar determinadas situações em espaços de tempo.  

Geralmente são usados na comprovação de pesquisas, em concursos e vestibulares, nos meios de comunicação (impressos, internet, etc) e em grande parte das disciplinas escolares.

Tipos de Gráficos: componentes

Alguns elementos compõem os gráficos. São eles:

Título: frases curtas a respeito do assunto em questão.

Fonte: parte que credita os dados. Identificação da fonte (instituições, estudos acadêmicos e científicos, etc.) no qual a informação foi coletada.

Números: valores que são fundamentais para a comparação de fenômenos. Eles são organizados em ordem crescente e apontam quantidades e períodos.

Legendas: pequeno resumo que favorece a leitura dos dados apresentados. Podem ser posicionadas em qualquer parte do gráfico e destacadas por cores.

Tipos de Gráficos

Existem diversos tipos de gráficos. Eles funcionam de acordo com os dados apurados, e com os acontecimentos que deverão ser transmitidos. Por isso, nem todos os gráficos encaixam em qualquer situação.

A escolha incorreta pode comprometer a interpretação dos números e a veracidade da informação. Conheça a função e aplicação de cada um deles:

Gráfico de Colunas

Também chamado de gráfico de barras, são usados para comparar dados quantitativos em setores, períodos ou lugares. Os dados aparecem na posição vertical, e as categorias qualitativas na horizontal.

Considere a aplicação desse gráfico quando as informações forem mais simples e os valores apresentados sejam durações. Podem ser projetados de duas formas: barras agrupadas ou barras empilhadas.

Gráfico de Linhas

O gráfico de linhas ou gráfico de segmentos é utilizado nas sequências numéricas presentes em determinados espaços de tempo. Ou seja, aponta evoluções e regressões dos acontecimentos.    

A desvantagem de usá-lo é porque impossibilita a identificação da continuidade dos fenômenos (variações). São elaborados das seguintes maneiras:

  • Linha com marcadores
  • Linha empilhada
  • Linha empilhada com marcadores
  • Linha 3D

Gráfico de Pizza

Também conhecido como gráfico de setores ou gráfico circular, serve para estatísticas e porcentagens (percentuais). Todas as partes – quando somadas – devem representar o todo (100%).

Escolha esse gráfico caso possua uma série de dados, apenas valores positivos e maiores que zero, e até sete categorias avaliadas. Podem ser criadas em 3D, pizza de pizza e barra de pizza.

Gráfico de Área

Semelhante ao de linhas com marcadores, esse tipo de gráfico é usado para exemplificar alterações e comparar valores com o passar do tempo. Os tipos dessa categoria são área 3D, área empilhada e área 3D empilhada.

Gráfico de Dispersão

Também chamado de gráfico de Scatter, esse modelo mostra a relação entre variáveis ou destacam os possíveis efeitos dos dados.

Devem ser utilizados para ressaltar as semelhanças entre diferentes valores sem relações com o tempo. Quanto mais dados forem incluídos, melhores serão os resultados.

Podem ser criados através de:

  • Dispersão com linhas suaves
  • Dispersão com linhas suaves e marcadores
  • Dispersão com linhas retas
  • Dispersão com linhas retas e marcadores

Histogramas

Semelhante ao gráfico de colunas, é o mecanismo de distribuição e análise de dados usados, principalmente, em estatísticas. Sua altura é proporcional a frequência dos fatos, sendo que não existe espaço entre as barras.

A variável desse gráfico precisa ser quantitativa e os valores contínuos. A depender da representação, são separadas em:

  • Histograma simétrico
  • Histograma assimétrico
  • Histograma Despenhadeiro
  • Histograma com Dois Picos
  • Histograma Platô
  • Histograma Retângulos Isolados

Tipos de gráficos: infográficos e diagramas

Infográficos são criações com intuito de transmitir conteúdo através de imagens, desenhos e variados mecanismos visuais. Eles são intensamente utilizados em matérias jornalísticas e livros didáticos.

A vantagem do infográfico é a capacidade de resumir e descrever  um acontecimento, tornando-se mais atrativo ao público consumidor da informação.

Já os diagramas são representações mais simplificadas de determinados assuntos. Normalmente incluem linhas, setas e desenhos para facilitar o seu entendimento, e são utilizados em áreas administrativas para analisar controles de qualidade, resoluções de problemas e perdas. 

Voltar

Questões