Resumo de Espanhol - Substantivos em Espanhol

Conheça as regras para as flexões e as formas de classificação


Os substantivos em espanhol refere-se à classe de palavras através da qual se dá nome aos objetos, animais, pessoas, lugares e seres em geral. Essa definição em nada se diferencia da que é encontrada em língua portuguesa. Do mesmo modo, essa classe de palavras possui flexões e categorizações que são muito similares aos de nosso idioma. Esse dado facilita o processo de aprendizado da gramática espanhola. Confira! 

Aspectos gerais sobre os substantivos em espanhol 


Por se tratar da classe de palavras que realiza o processo de nominar os elementos materiais e abstratos existentes no mundo, os substantivos em espanhol também podem ser chamados de “nombres”. Em geral, essas palavras são acompanhadas por artigos definidos e indefinidos em espanhol que indicam a relação de proximidade entre aquele que fala e a coisa de que se fala. 
Os substantivos precisam ser adaptados às características daquilo que nomeia. É por isso que essas palavras apresentam variações de gênero, para indicar masculino e feminino; número, para indicar o singular e plural; e grau, passando a expressar aumentativo e diminutivo. Essas flexões seguem regras próprias da língua espanhola. Vamos conferir!
Gênero - é possível identificar o gênero de alguns dos substantivos em espanhol através de sua terminação. Uma das regras é de que os masculinos terminam em AJE e em AMBRE, e os femininos com UMBRE. Mas também existem aquelas palavras que possuem a mesma grafia para ambos os gêneros, situação em que o artigo deve indicar se a palavra está no feminino e no masculino. 
Vejamos alguns exemplos: 
el/la periodista (jornalista) 
un paisaje (uma paisagem) 
del alambre (o alarme) 
las costumbres (os costumes) 
ATENÇÃO: Note que alguns substantivos em espanhol possuem o gênero contrário ao que é atribuído em português. Isso acontece porque a determinação de gênero de seres inanimados ou abstratos acontece seguindo certa arbitrariedade. E, no grupo de palavras que possuem mesma grafia para masculino e feminino, temos aquelas cujo significado muda totalmente ao fazer essa variação. É o que acontece com el cólera (doença) e la cólera (raiva), por exemplo. 
Número - com a maioria dos substantivos em espanhol, a formação do plural se dá com o acréscimo de –s, quando a última letra é vogal sem acento ou com “é” ou “ó”; ou –es, quando a palavra termina com uma consoante ou com as vogais tônicas “í”, “ú”. Mas existem exceções para a letra -z, que é substituída por –ces. E -x ou –s quando são antecedidos de vogal acentuada. Nesses casos, não há variação para formação do plural. Observe: 
café (café) - cafés (cafés) 
emoción (emoção) - emociones (emoções) 
pez (peixe) – peces (peixes) 
el ómnibus (o ônibus) - los ómnibus (os ônibus) 
Grau - os substantivos em espanhol também sofrem variação para indicar o tamanho ou dimensão daquilo a que se refere. Para indicar o grau aumentativo, os sufixos mais utilizados são on/ona. Mas há casos em que se aplicam azo/aza, ote/ota, acho/acha, e achón/achona. O diminutivo é frequentemente marcado pelas terminações ito/ita, mas elas não são as únicas possíveis, por isso também são utilizadas: illo/illa, ico/ica, ín/ina, uco/uca, uelo/uela
Vejamos alguns exemplos: 
tabla (tábua) - tablón (tabuão) 
mujer (mulher) - mujerona (mulherona) 
amigo (amigo)- amigote (amigão) 
libro (livro) - librito/ libricolibrillo (livrinho) 



Os tipos de substantivos 


Assim como acontece na língua portuguesa, os substantivos em espanhol são, gramaticalmente, classificados em grupos. Essa divisão tem como base o tipo de elemento que as palavras designam. Essa classificação não impede que um único substantivo seja tipificado com mais de uma categoria. Vejamos! 
Substantivos comuns X próprios - os primeiros dizem respeito a uma nomeação geral para elementos de um mesmo tipo. O segundo tipo nomeia um elemento específico e sempre é escrito com inicial maíscula.  
Ex: persona (pessoa) - substantivo comum 
Juan Carlos - substantivo próprio 
Substantivos individuais X coletivos – o primeiro nomeia objetos singulares, ao passo que o segundo diz respeito a grupo de coisas ou animais. 
Ex: abeja (abelha) - substantivo individual 
orquesta (orquestra) - substantivo coletivo 
Substantivos simples X compostos – essa categorização está amparada no número de palavras que constitui o substantivo. Aqueles que integram o primeiro grupo são formados por apenas uma palavra, os do segundo tipo, por duas ou mais. Diferente do que acontece em português, em espanhol não há uso de hífen para separar as palavras. 
Ex: cabezas (cabeça) - substantivo simples 
sacapuntas (apontador) - substantivo composto (sacar + punta) 
Substantivos concretos X abstratos – essa categorização tem como base a materialidade daquilo a que se refere. O primeiro grupo informa objetos, seres e coisas palpáveis, tangíveis. O segundo tipo diz respeito às coisas que são percebidas através dos sentidos, elaborada em pensamentos ou na imaginação. 
Ex: puerta (porta) - substantivo concreto 
pereza (preguiça) - substantivo abstrato 
Substantivos primitivos X derivados – o primeiro tipo engloba as palavras que possuem apenas uma raiz, são formados por um lexema que pode dar origem a outras palavras. Os substantivos formados a partir desse primeiro é que são descritos como derivados. 
Ex: arte (arte) - substantivo abstrato 
artesano (artesão) - substantivo derivado 
Voltar

Questões