Resumo de Espanhol - Verbos em Espanhol

Classe de palavras fundamental para comunicar ações


Os verbos em espanhol possuem estrutura gramatical bastante semelhante à essa classe de palavras na língua portuguesa. Com isso, encontraremos verbos de primeira, segunda e terceira conjugação; flexões em conformidade com o tempo e o modo verbal; verbos regulares e verbos irregulares em espanhol. Toda essa estrutura gramatical requer que esse seja um assunto para o qual o estudante dedique um pouco mais de atenção. 
Isso se justifica não apenas pela complexidade gramatical que essa classe de palavras apresenta na língua estrangeira, mas, principalmente, pela própria importância do verbo. A título de recordação, vale salientar que é por meio dos verbos que indicamos ações, estados (físico e emocional) e situamos um discurso no tempo. Desse modo, conhecer os verbos em espanhol e, principalmente, saber usá-los corretamente é fundamental para a boa comunicação no idioma. 

Classificação dos verbos em espanhol 


Os verbos em espanhol são classificados de duas formas diferentes: segundo a terminação e segundo a consonância com as regras de conjugação. A primeira leva em conta o sufixo do verbo no infinitivo e possibilita que eles sejam agrupados em três conjuntos denominados conjugações. São elas: primeira conjugação (verbos terminados em –ar); segunda conjugação (verbos terminados em –er); terceira conjugação (verbos terminados em –ir). 
Os verbos que integram cada uma das conjugações possuem as mesmas flexões (exceto os que são irregulares). Ciente dessa informação, os estudantes de espanhol têm mais facilidade para conjugar os verbos, pois sabem que aqueles terminados em –AR, por exemplo, terão o mesmo final. Veja no exemplo abaixo a conjugação no tempo presente de um verbo em espanhol de cada uma das três conjugações. 

HABL-AR

TEM-ER

VIV-IR

Yo

habl o

tem ía

Viv o

Tu

habl as

tem ías

Viv es

Él / Elle/ usted

habl a

tem ía

Viv e

Nosotros/as

habl amos

tem íamos

Viv imos

Vosotros/as

habl áis

tem íais

Viv ís

Ellos/Ellas/ ustedes

habl an

tem ían

Viv en

Em relação à consonância com as regras de conjugação, os verbos em espanhol são classificados em regulares e irregulares. Os verbos regulares em espanhol são, justamente, aqueles que seguem a estrutura de conjugação apresentada na tabela anterior. Nesses verbos, a adesão às normas de conjugação se dá com todos os pronomes, em todos os tempos e modos verbais. Os verbos irregulares, por outro lado, podem sofrer alterações na desinência (partícula final) e até mesmo no radical. Alguns dos verbos mais usados em espanhol, a exemplo de “ser”, “tener”, “pensar” e “conocer”, “poder” e “querer” são irregulares.




Tempos e modos verbais

Os verbos em espanhol possuem conjugações diferentes de acordo com os tempos e modos verbais em que as ações acontecem. Com isso, é grande a variedade de formas em que os verbos podem ser usados pelos falantes na língua espanhola. Os modos verbais encontrados no idioma são o indicativo, o subjuntivo e o imperativo. Eles apontam de que maneira o falante se relaciona com aquilo que está sendo enunciado.
O indicativo é usado para comunicar dados da realidade. Coisas sobre as quais o falante tem certeza de sua ocorrência independente do tempo em que ela acontece. O subjuntivo, por outro lado, apresenta certa dubiedade. Ele é usado quando não se tem certeza daquilo que se enuncia, quando se trata de um desejo ou situação hipotética. Por fim, o imperativo é o modo verbal usado quando o falante deseja dar uma ordem ou conselho. Veja nos exemplos os modos verbais sendo usados em algumas frases.
Indicativo: Estoy muy cansada y me duelen las piernas (Estou muito cansada e minhas pernas estão doendo);
Subjuntivo: Deseo que estes bien (Desejo que estejas bem);
Imperativo: Comparezcan todos a la fiesta. (Compareçam todos à festa).
Os tempos verbais expressam o momento em que a ação enunciada acontece. Informam se aquilo que se diz tem lugar no presente, passado ou futuro. Na língua espanhola, os tempos verbais podem ser classificados em quatro grupos: simples (composto por apenas um verbo); compuestos (formado com auxílio do verbo “haber”+ verbo principal); perfectos (indicam ações cuja duração é limitada); e imperfectos (usados para referir-se a ações que não se delimitam no tempo).
Desse modo, os verbos em espanhol podem ser conjugados nos seguintes tempos/modos.

MODO INDICATIVO

MODO SUBJUNTIVO

Presente

Presente

Pretérito perfecto simple ou indefinido

Pretérito imperfecto

Pretérito perfecto compuesto

Pretérito perfecto

Pretérito imperfecto

Pretérito pluscuamperfecto

Pretérito pluscuamperfecto


Futuro simple


Futuro compuesto


O modo imperativo não apresenta tempos verbais. A classificação que se faz aqui restringe a afirmativo e negativo.
Voltar

Questões