Resumo de Matemática - Sistema Plantation

Sistema plantation é um sistema descendente do período colonial europeu do século XVI, quando foi incorporado nas colônias tropicais da América Latina, Ásia e África.

Em vista disso, esse sistema tem origens em traços ligados ao aspecto especulativo-mercantil que teve marco na colonização europeia nessas regiões tropicais.

Nele se emprega mão de obra assalariada, trabalho semiescravo ou escravo.

O sistema plantation

Sistema plantation é um modelo de sistema de produção agrícola, cuja principal característica é a monocultura com produção voltada ao mercado externo. Nele são produzidas quantidades avantajadas de um só produto, já que se adapta bem ao solo e ao clima.

Foi bastante utilizado na colonização da América e também em outros continentes subdesenvolvidos que tiveram colonização europeia como a Ásia e a África, particularmente no cultivo de lavouras tropicais como a cana-de-açúcar, o café, banana, algodão e cacau.

As colônias foram exploradas sem nenhum interesse dos países colonizadores de que existiria melhora dos países em que a economia de plantation estava sendo estabelecida.

Na mão de obra era utilizado principalmente escravos, pois através desse domínio econômico os camponeses e outras pessoas de baixa renda foram obrigados a trabalhar nas plantações dos grandes latifúndios.

O sistema plantation provocou o surgimento de muitos desses latifúndios, já que grandes porções de terra foram destinadas a uma pessoa.

Atualmente, o sistema plantation é utilizado no Brasil nas regiões que cultivam cana-de-açúcar, além da Colômbia, América Central, índia, entre outros países.

Pode-se observar as consequências da implantação desse sistema, como o caso da divisão interna da sociedade em grandes proprietários e capitalistas de um lado, e do outro trabalhadores assalariados ou mesmo os resquícios de trabalho escravo.

Existe também a concentração de terras e abandono das lavouras de subsistência, que são consequências diretas dessa implementação do sistema.

Em resumo, o plantation é uma forma de cultivo comercial voltada para o mercado externo que não considera os interesses internos e tampouco sua economia.

Foi introduzido em países tropicais, devido sua característica de clima quente e úmido, com o objetivo de complementar a agricultura europeia.

Características do sistema plantation

  • Monocultura cuja a principal produção da propriedade rural é de determinado artigo agrícola;
  • A maior parte da produção é destinada para a exportação;
  • Uma parte da produção é in natura e outra parte industrializada, então há presença de agroindústria;
  • Ocorre em grandes latifúndios;
  • Trabalho assalariado, porém na época do Brasil colônia a mão de obra utilizada era a escrava;
  • Mão de obra barata dos trabalhadores braçais;
  • Altos investimentos e lucros;
  • Participação de investimentos nacionais e estrangeiros como as multinacionais do setor agrícola;
  • Atualmente os principais gêneros agrícolas no Brasil são: a soja, laranja, cacau, algodão, açúcar, tabaco e café.

As plantations e os commodities

As plantations foram transformadas em commodities no mercado financeiro. Commoditie, commodity em inglês ou comódite em português, equivale aos produtos de qualidade e características compatíveis, que não se diferenciam de acordo com que os produziu. Sendo assim, os preços são determinados pela oferta e procura internacional harmonicamente.

São produtos de origem primária utilizados nas transações comerciais da bolsa de valores. Ou mesmo com grau pequeno de industrialização, de qualidade uniforme, os quais são produzidos em grandes quantidades e por produtores diferentes.

Esses produtos in natura, cultivados ou de extração mineral, são estocados por período determinado sem perda significativa da sua qualidade a depender da sua conservação. Eles possuem cotação e negociabilidade global.

Portanto, as cotações desses produtos podem sofrer oscilações e causar perdas a agentes econômicos ou mesmo países inteiros.

O mercado desses derivados surgiu como proteção aos agentes econômicos contra as perdas provocadas pela instabilidade das cotações dos produtos de base. Alguns tipos de commodities são:

  • Agrícola: trigo, soja, açúcar, milho, café;
  • Ambiental: créditos de carbono, água;
  • Financeiro: euro, real, dólar, bitcoin;
  • Mineral: petróleo, minério de ferro, ouro;
  • Químico: sulfato de sódio, ácido sulfúrico;
  • Recursos energéticos: energia elétrica;

Em ressalva: observe que o café, borracha, aço, prata, cobre, madeira, arroz, soja, trigo e algodão também são exemplos de commodities. O petróleo também é classificado como commoditie, porém devido a sua importância para a economia mundial ele recebe atenção destacada.

Voltar

Questões