Resumo de Astronomia - O que é universo

Conheça a definição e os elementos que o constitui


O que é universo? Quais são os tipos de matérias que ele abriga? Como elas impactam ou podem impactar nas formas de vida conhecidas? Existem outras formas de vida no universo? Esses são alguns dos questionamentos que impulsionam a realização dos estudos e pesquisas em Astronomia nos dias atuais. A ciência que se dedica ao estudo dos corpos celestes e fenômenos que acontecem na atmosfera terrestre possui ainda uma infinidade de coisas por descobrir e explorar. 

Contudo, no afã de encontrar respostas que possibilitem explicar “o que é universo” e todas as questões que surgem a partir dela, muito conhecimento já foi produzido acerca dos corpos celestes; a humanidade enviou seres vivos e equipamentos para o espaço; e uma expedição para conhecer o planeta vermelho tem sido planejada. Neste artigo, vamos abordar algumas das conquistas e descobertas feitas pelo homem na tentativa de entender “o que é universo”. Confira!

O que é universo e como ele surgiu? 


Em astronomia, a definição que é apresentada para universo diz respeito a, absolutamente, tudo que existe. Logo, ele corresponde ao espaço, ao tempo e a todos os tipos de matéria. Desse modo, a resposta mais adequada para o que é universo, é TUDO. Nem toda essa amplitude é conhecida pela humanidade, mas um volume considerável de corpos celestes, como os planetas, cometas, estrelas, galáxias, nebulosas e satélites, já integra o rol de conhecimento construídos sobre o universo. 

A explicação científica mais bem aceita para o surgimento do universo é a chamada Teoria do Big Bang. Segundo ela, tudo o que é universo teria surgido a partir da explosão de uma única partícula, chamada de átomo primordial. Esse evento teria acontecido há, aproximadamente, 14 milhões de anos e, além dos corpos celestes, teria resultado na criação das noções de espaço e tempo

Alguns cientistas acreditam que o evento que deu origem ao universo é infinito, de modo que ele está em constante expansão. Ou seja, é praticamente impossível para a humanidade conhecê-lo integralmente. Mas apesar disso, pesquisas e avanços científicos nesse sentido não deixam de ser feitos. E em razão deles, já possuímos bastante informações até mesmo dos corpos celestes que estão a 568 anos-luz de distância da Terra, como é o planeta rochoso Kepler 10 C




Avanços científicos na busca de conhecimento 


Alguns dos principais eventos da exploração do universo aconteceram durante o período da corrida espacial, que teve lugar no contexto da Guerra Fria. Nesse momento da história, os Estados Unidos e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) disputavam a supremacia do sistema econômico que representavam, capitalismo e socialismo, respectivamente. E demonstrar o avanço científico por meio da exploração do universo era um caminho para isso. 

Tentando demostrar quem tinha mais recursos para responder “o que é universo”, a URSS lançou o primeiro satélite artificial, o Sputniki; enviou o primeiro ser vivo para o espaço, a cadela Laika; e o primeiro homem a completar uma volta ao redor do planeta Terra, Yuri Gagarin. Contudo, com o envio da missão espacial Apollo 11, os EUA realizaram um feito que superou as conquistas soviéticas: eles enviaram o homem à Lua. 

O evento completou 50 anos em 2019. Mas não findou o período de exploração do universo. Logo abaixo, listamos algumas curiosidades e descobertas recentes da astronomia sobre corpos celestes que constituem o universo. 

  • Haumea é o nome do maior corpo celeste não esférico já descoberto até então. Ele é considerado um planeta anão e possui 816 km de raio; 
  • A maior lua já descoberta no universo recebeu o nome de Ganímedes. Ela integra o Sistema Solar e é uma das 69 luas que orbitam o planeta Júpiter; 
  • Kepler 10 C é o maior planeta rochoso já descoberto no universo. O raio desse corpo celeste é equivalente a 14.972 km; 
  • HD 100546 B possui o título de maior planeta gasoso. Em verdade, ele ainda é considerado pelos cientistas um protoplaneta, pois ainda estaria em formação. Ele orbita a estrela HD100546;
  • Os planetas que não orbitam o Sol são denominados exoplanetas;
  • Um conjunto de planetas, estrelas e gases é dominado uma galáxia. De acordo com os conhecimentos atuais da astronomia, existem, aproximadamente, 100 bilhões de galáxias no universo. O Sistema Solar, onde está o planeta Terra, fica na Via Láctea
  • UY Scuti é o nome da maior estrela já descoberta. Ela possui 1,19 bilhão de km de raio. 
Voltar

Questões