Resumo de Português - Formação das Palavras

Para criar palavras novas existem, principalmente, cinco processos diferentes:

 

Derivação

            É uma transformação no vocábulo. Forma palavras pelo acréscimo de afixos. Pode ocorrer por:

§ Prefixal: prefixação

§ reforma, anfiteatro, cooperação

 

§ Sufixal: sufixação

§ pedreiro, engenharia, florista

 

§ Prefixal e sufixal

§ infelizmente, ateísmo, desordenamento

 

§ Parassintética: prefixo e sufixo simultaneamente, sem a possibilidade de remover umas das partes.

§ avermelhado, anoitecer, emudecer, amanhecer

§ A diferença entre a derivação prefixal­-sufixal e a parassintética está no fato de que na primeira podemos tirar o prefixo ou o sufixo e a palavra continua existindo; na segunda, se tirarmos o prefixo ou o sufixo, o que sobra não existe em língua portuguesa:

§ deslealdade = desleal, lealdade — derivação prefixal­-sufixal

§ entardecer = *entarde, *tardecer — essas palavras não existem — derivação parassintética.

 

§ Regressão (regressiva) ou deverbal: advinda de um verbo

§ Abalo (abalar), luta (lutar), fuga (fugir)

 

§ Imprópria (conversão): mudança de classe gramatical

§ O jantar, um não, o seu sim, o pobre.

 

 

Composição

            É uma criação de vocábulo. Forma palavras pela ligação de dois ou mais radicais. Pode ocorrer por:

§ Justaposição: sem perda de elementos

§ Guarda-chuva, girassol, arranha-céu

 

§ Aglutinação: com perda de elementos

§ Embora, fidalgo, aguardente, planalto, boquiaberto

 

Hibridismo

União de radicais oriundos de línguas distintas

®     Automóvel (latim e grego); Sambódromo (tupi e grego).

 

Estrangeirismo

®     “Empréstimo” linguístico

o Com aportuguesamento

§ abajur (do francês "abat-jour"), algodão (do árabe "al-qutun"), lanche (do inglês "lunch")

 

o Sem aportuguesamento

§ networking, software, pizza


Acrônimo ou Sigla

o Silabáveis:

§ Infraero (Infraestrutura Aeroportuária), Petrobrás (Petróleo Brasileiro)

 

o Não-silabáveis:

§ FMI, MST, SPC, PT

 

Onomatopeia

®     Tentativa de representar um som da natureza.

§  Pow, paf, tum, psiu, argh.

 

Reduplicação

®     Repetição de palavra com fim onomatopaico.

§  Reco-reco, tique-taque, pingue-pongue.

 

 

Abreviação

®     Forma palavras pela redução de um vocábulo até o limite que não cause dano à sua compreensão

§  tique­-taqumoto (por motocicleta), pneu (por pneumático), foto (por fotografia), Itaquá (por Itaquaquecetuba), pornô (por pornografia), quilo (por quilograma).

®     Não confundir abreviação com abreviatura.

®     Abreviatura é a redução na grafia (somente na grafia, nunca na pronúncia) de determinadas palavras, limitando­-as à letra ou letras iniciais e/ou finais: advocacia = adv., advoc., antes de Cristo = a.C.

Voltar

Questões