Resumo de Educação Artística - Art Nouveau

A Art Nouveau foi um estilo artístico que teve início na França e se popularizou por vários países, ganhando força entre os anos de 1890 e 1920. O estilo se apresentou na arquitetura, em móveis, em pinturas, na cerâmica e em outras artes decorativas.

Art Nouveau é a expressão na língua francesa para “Arte Nova”, mas o movimento ficou conhecido por outros nomes nos países onde fez sucesso. Na Alemanha, por exemplo, o estilo era chamado de Jugendstil, que quer dizer “estilo da juventude”.

Apesar do estilo ter tido maior influência nos países da Europa, ele migrou para outros locais. No Brasil, o estilo teve nomes importantes, como Eliseu d’Angelo Visconti, considerado o pioneiro do estilo no país.

O estilo tinha como características as formas assimétricas, as linhas ondulantes, o uso de cores frias e, principalmente, o uso de materiais como vidro, madeira e ferro nas obras. As peças feitas com as características do movimento pretendiam passar a sensação de movimento.

Ela alcançou seu ápice no chamado “Belle Epoque”, palavras francesas para “Bela época”. Esse período foi marcado por mudanças culturais, artísticas e intelectuais. Nas artes, destacam-se, além da Art Nouveau, o Impressionismo.

O movimento precedeu e influenciou movimentos que ficaram famosos. A Art Déco, movimento artístico famoso entre os anos 1910 e 1930, teve fortes influências das características da Art Nouveau.

O surgimento da Art Nouveau

No início a Art Nouveau não era conhecida por esse nome, visto que, em cada região onde existia, tinha um nome diferente. Esse nome ganhou força a partir do “Maison de l’Art Nouveau“, que significa Casa da Arte Nova, galeria fundada por Samuel Bing.

O comerciante, também conhecido como Siegfried Bing, era famoso por comercializar obras do Oriente muito antes do apogeu do movimento. Os estilos de arte japonesa, inclusive, são uma das principais influências para o estilo.

A Art Nouveau surge do desejo da sociedade de acompanhar, nas artes, as novidades da sociedade industrial. O declínio de movimentos famosos, como o Renascimento, a influência da arte barroca ou o Rococó, dão lugar à grandiosidade na decoração, a cores novas, novos formatos e outras características do estilo.

Começam a surgir então móveis, tecidos, objetos, fachadas de casas, roupas, anúncios, joias e outros itens com a influência do movimento. Eles tinham contornos assimétricos, com formas botânicas e características que misturavam o floral ao real com uso de cores vivas. Por conta dessas características, o estilo ficou conhecido também como “estilo floral”.

Estilo no Brasil

No Brasil, a Art Nouveau teve como principal nome o artista Eliseu d’Angelo Visconti. O pintor, designer e desenhista nascido na Itália chegou ao Brasil em 1873 e, anos depois, passou a estudar no Liceu de Artes e Ofícios no Rio de Janeiro.

Em viagem à França, foi aluno de Eugène Samuel Grasset, considerado o pioneiro do estilo. Eliseu foi o responsável por trazer ao Brasil elementos do estilo e introduzí-los nas suas pinturas.

Entre as muitas contribuições do artista para a Art Nouveau no Brasil destaca-se as decorações do interior da Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Além disso, Eliseu foi o ilustrador da capa da primeira edição da Revue du Brésil, uma revista Europeia distribuída em vários países.

Com a capa da Revue du Brésil, o artista se tornou-se o responsável por introduzir nas artes gráficas o Art Nouveau. Eliseu realizou exposições com suas obras na Europa e desenhou até selos e cartões postais, sempre com fortes influências do estilo.

Mas na arquitetura do país, um dos maiores símbolos da Art Nouveau é a mansão residencial da família Álvares Penteado, em São Paulo. Projetada pelo sueco Carlos Eckmann em 1902, a casa é hoje uma das últimas construções com influência do estilo no país e é, atualmente, sede da pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Patrimônios mundiais

Muitas das obras da Art Nouveau são consideradas como Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Na Bélgica, por exemplo, quatro obras de Victor Horta estão na lista, são elas: Casa van Eetvelde, Casa Tassel, Casa Solvay e Casa-Museu Horta, todas na cidade de Bruxelas. Na mesma cidade está o Palácio Stoclet, projetado por Josef Hoffman.

Mas é a Espanha que abriga a maior quantidade de patrimônios mundiais do estilo. Grande parte dessas obras são do arquiteto Antoni Gaudí. Como exemplo, o Parque Güell, o Palácio Güell, a Casa Milà, a Casa Batlló e várias outras, todas em Barcelona.

Mas uma das principais obras arquitetônicas com influência do estilo, que também foi projetada por Antoni Gaudí, é o Templo Expiatório da Sagrada Família, também em Barcelona. Apesar de ter sido construída inicialmente com influência do estilo Gótico, os elementos da Art Nouveau foram incorporados à estrutura à medida que o arquiteto era influenciado pelo estilo.

Nomes da Art Nouveau

Émile Gallé

O artista Émile Gallé foi um vitralista e ebanista, que trabalha com madeira, e um dos maiores nomes da Art Nouveau. O francês tinha como principal característica as temáticas de flores e folhas, tendo realizado, inclusive, toda uma produção com temáticas de paisagens tropicais, inspiradas no Rio de Janeiro.

Hector Guimard

O arquiteto Hector Guimard é um dos nomes mais conhecidos da Art Nouveau. O francês construiu vários edifícios com características do movimento, mas foi com as estações de metrô em Paris que ele ficou conhecido. Nessas obras, o artista usou ferro fundido e vidros com formatos florais. Além disso, contribuiu com design de móveis, também com influência do movimento.

Jules Aimé Lavirotte

O arquiteto Jules Aimé Lavirotte ficou conhecido por suas construções e fachadas de vários edifícios em Paris, na França. Sendo considerado como um dos maiores nomes mundiais do movimento, utilizou a Art Nouveau nas decorações de várias de suas obras e contribuiu com outros artistas do estilo. Recebeu três prêmios em competições de fachadas de prédios promovidos pela cidade de Paris.

Outros nomes:

  • Alfons Mucha
  • Peter Behrens;
  • Hermann Obrist;
  • Richard Riemerschmid;
  • August Endell;
  • Henri Privat-Livemont;
  • Walter Crane;
  • Arthur Lasenby Liberty;
  • Charles Ashbee;
  • Aubrey Beardsley;
  • Gustav Klimt;
  • Koloman Moser;
  • Josef Hoffmann;
  • Joseph Maria Olbrich;
  • Max Kurzweil;
  • Otto Wagner.

Resumo sobre Art Nouveau

A Art Nouveau foi um estilo de arte que começou na França e se espalhou por outros países do mundo, se apresentando na arquitetura, em móveis, em pinturas, na cerâmica e em outras artes decorativas.

O estilo de arte tinha como principais características as formas assimétricas, as linhas ondulantes, o uso de cores frias e o uso de materiais como vidro, madeira e ferro nas obras.

Voltar