Questão 1 do Concurso Câmara Municipal de Mato Rico - Paraná - Advogado (2017)

Saussure, 100 anos depois

Andreia Freire

“A língua não é um barco no estaleiro, mas um barco lançado ao mar”. Em 1916, a editora Payot publica em Paris o Cours de Linguistique Générale (Curso de Linguística Geral – CLG), obra póstuma atribuída a Ferdinand de Saussure, organizada e publicada por seus colegas – Charles Bally e Albert Sechehaye – com a colaboração de um dos seus alunos, Albert Riedlinger, e tendo como base os cadernos de estudantes que frequentaram os cursos sobre a Linguística Geral, oferecido por Saussure entre os anos acadêmicos de 1906/1907 a 1911. 
     A esse acervo incluíram-se também notas preparatórias pessoais do professor, encontradas depois de sua morte. Esse livro recebeu sua primeira edição brasileira em 1970. O Curso conheceu uma fortuna extraordinária para um texto de Linguística, já que foi amplamente reconhecido pelo seu valor para as Ciências Humanas. Exemplo mais conhecido dessa fortuna é o estruturalismo, movimento intelectual que ultrapassou os limites da Linguística para produzir efeitos no pensamento das Ciências Humanas, como por exemplo, na Antropologia e na Psicanálise.

Adaptação de https://revistacult.uol.com.br/home/saussure-100-anos
depois/ , acesso em 05 de out. de 2017. 


O texto “Saussure – 100 anos depois” tem como foco principal:

  • A A língua como ciência.
  • B As ciências sociais.
  • C O Cours de Linguistique Générale.
  • D O estruturalismo.
  • E Os autores do CLG.