Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV) - Médico neurocirurgião (2019) Questão 37

Texto para a questão.

    Um paciente de 32 anos de idade deu entrada no pronto‐socorro com quadro de tosse e dor torácica de padrão pleural há cerca de um mês. Seu acompanhante refere que, há cinco dias, ele evoluiu com febre associada à cefaleia e, hoje, iniciou sonolência, afasia e hemiplegia à direita. O plantonista solicitou exames laboratoriais gerais, bem como tomografia computadorizada de crânio sem e com contraste. Após o resultado do exame de imagem mostrado a seguir, solicitou avaliação da neurocirurgia.



Mário G. Siqueira. Tratado de neurocirurgia. 1.ª ed. 2016.


Considerando esse caso hipotético e as características radiológicas do principal diagnóstico em questão, assinale a alternativa incorreta.

  • A A ressonância magnética de crânio com contraste é o exame padrão‐ouro para o diagnóstico.
  • B Pelas características da tomografia, o estágio sugestivo da infecção do sistema nervoso central é de cerebrite tardia.
  • C As imagens obtidas em difusão na ressonância magnética evidenciariam um padrão de restrição da lesão.
  • D A cápsula do abscesso pode apresentar hipossinal anelar em T2/Flair e discreto hipersinal em T1.
  • E Na espectroscopia por ressonância magnética, os picos de acetato e sucinto reforçam o diagnóstico de abscesso e afastam o de tumor cerebral.

Encontre mais questões

Voltar