Prefeitura Municipal de Crato - Nutricionista (2021) Questão 1

O QUE MAIS DÓI


O que mais dói não é sofrer saudade

Do amor querido que se encontra ausente

Nem a lembrança que o coração sente

Dos belos sonhos da primeira idade.


Não é também a dura crueldade

Do falso amigo, quando engana a gente,

Nem os martírios de uma dor latente,

Quando a moléstia o nosso corpo invade.


O que mais dói e o peito nos oprime,

E nos revolta mais que o próprio crime,

Não é perder da posição um grau.


É ver os votos de um país inteiro,

Desde o praciano ao camponês roceiro,

Pra eleger um presidente mau.


(PATATIVA DO ASSARÉ)



O poeta cearense propõe, no poema O que mais dói, uma reflexão que
  • A nivela os acontecimentos da vida privada, sentidos como relacionados à má sorte, e de um acontecimento da vida social coletiva, relacionado ao efeito negativo do conformismo diante do poder político.
  • B hierarquiza os acontecimentos da vida privada, sentidos como relacionados ao convívio com os outros e consigo mesmo, e um evento da vida social coletiva, relacionado ao caráter incerto das escolhas no exercício da democracia.
  • C nivela os acontecimentos da vida privada, sentidos como relacionados à política, e da vida social coletiva, relacionado ao efeito negativo do destino desamparado dos eleitores nordestinos.
  • D nivela acontecimentos da vida social coletiva, sentidos como relacionados à má sorte, e de um revés da vida íntima, relacionado ao efeito negativo do conformismo diante do poder do negacionismo científico na política.
  • E hierarquiza os acontecimentos da vida privada, sentidos como relacionados à má sorte, e um acontecimento da vida social coletiva, relacionado ao efeito negativo do conformismo diante do poder político.

Encontre mais questões

Voltar