Questões da Prova do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IF-RR) - Professor - Enfermagem (2015)

Limpar Busca

Para a adequada execução do PCIH, os hospitais deverão constituir COMISSÃO DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR (CCIH), órgão de assessoria à autoridade máxima da instituição e de execução das ações de controle de infecção hospitalar. A CCIH deverá ser composta por profissionais da área de saúde, de nível superior, formalmente designados. Os membros da CCIH serão de dois tipos: consultores e executores. Os membros consultores serão representantes dos seguintes serviços:

  • A Serviço médico, serviço de enfermagem, serviço de farmácia, laboratório de microbiologia e associação de portadores de patologias.
  • B Serviço médico, serviço de enfermagem, serviço de farmácia, laboratório de microbiologia e conselho de saúde.
  • C Serviço médico, serviço de enfermagem, serviço de farmácia, laboratório de microbiologia e coordenação de vigilância em saúde.
  • D Serviço médico, serviço de enfermagem, serviço de farmácia, laboratório de microbiologia e administração.
  • E Serviço médico, serviço de enfermagem, serviço de UTI e Emergência, laboratório de microbiologia e administração.

O Brasil tem registrado redução na mortalidade materna desde 1990. Naquele ano, a RAZÃO DE MORTALIDADE MATERNA (RMM) corrigida era de 140 óbitos por 100 mil NASCIDOS VIVOS (NV), enquanto em 2007 declinou para 75 óbitos por 100 mil NV, o que representa uma diminuição de aproximadamente a metade. Para atingir a meta do quinto OBJETIVO DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO (ODM), o Brasil deverá apresentar RMM igual ou inferior a:

  • A 35 óbitos por 100 mil NV até 2017, o que corresponde a uma redução de três quartos em relação ao valor estimado para 1990.
  • B 35 óbitos por 100 mil NV até 2015, o que corresponde a uma redução de três quartos em relação ao valor estimado para 1990.
  • C 45 óbitos por 100 mil NV até 2015, o que corresponde a uma redução de três quartos em relação ao valor estimado para 1990.
  • D 70 óbitos por 100 mil NV até 2017, o que corresponde a uma redução de 50% em relação ao valor estimado para 1990.
  • E 70 óbitos por 100 mil NV até 2015, o que corresponde a uma redução de 50% em relação ao valor estimado para 1990.

Considerando a necessidade de análise e interpretação dos dados referentes ao agravo da saúde de determinada população, é CORRETO afirmar que vigilância epidemiológica é:

  • A Um conjunto de ações que proporciona o conhecimento, a detecção ou prevenção de qualquer mudança nos fatores determinantes e condicionantes da saúde individual ou coletiva, com a finalidade de recomendar e adotar as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos.
  • B Uma estratégia de articulação transversal, à qual incorpora outros fatores que colocam a saúde da população em risco trazendo à tona as diferenças entre necessidades, territórios e culturas presentes no país, visa criar mecanismos que reduzam as situações de vulnerabilidade, defendam a equidade e incorporem a participação e o controle social na gestão das políticas públicas.
  • C Um conjunto de ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse da saúde.
  • D É o cuidado de pessoas, grupos e coletividades, percebendo-os como sujeitos históricos, sociais e políticos, articulados aos seus contextos familiares, ao meio-ambiente e a sociedade no qual se inserem.
  • E É o conjunto de ações adotadas continuamente pelas autoridades de saúde pública para garantir que a água consumida pela população atenda ao padrão e às normas estabelecidas na legislação vigente e para avaliar os riscos que a água consumida representa para a saúde humana, suas atividades visam, em última instância, a promoção da saúde e a prevenção das doenças de transmissão hídrica

Assinale a (s) alternativa (s) que apresenta os determinantes dos indicadores de saúde relacionados à mãe e ao bebê que têm o potencial de diminuir as principais causas de mortalidade materna e neonatal:

  • A Assistência pré-natal adequada, com a detecção e a intervenção precoce das situações de risco, qualificação da assistência ao parto (parto e nascimento – humanização, direito à acompanhante de livre escolha da gestante, ambiência, boas práticas, acolhimento a partir do encaminhamento endereçado a maternidade cadastrada como referência da UBS, observada a fila de espera),
  • B Assistência pré-natal adequada, com a detecção e a intervenção precoce das situações de risco, sistema ágil de referência hospitalar, qualificação da assistência ao parto (parto e nascimento – humanização, direito à acompanhante de acordo com as normas da unidade, ambiência, boas práticas, acolhimento com classificação de risco – ACCR),
  • C Assistência pré-natal adequada, com a detecção e a intervenção precoce das situações de risco, sistema ágil de referência hospitalar, qualificação da assistência ao parto (parto e nascimento – humanização, direito à acompanhante de livre escolha da gestante, ambiência, boas práticas, acolhimento com classificação de risco – ACCR),
  • D Assistência pré-natal adequada, com a detecção e a intervenção nas situações de risco somente para populações vulneráveis (negros, índios, quilombolas pessoas em situação de risco), sistema ágil de referência hospitalar, qualificação da assistência ao parto (parto e nascimento – humanização, direito à acompanhante de livre escolha da gestante, ambiência, boas práticas, acolhimento com classificação de risco – ACCR),
  • E As alternativas “B” e “D” estão corretas.

Sobre a TUBERCULOSE é CORRETO afirmar:

  • A A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada pelo Mycobacterium tuberculosis, que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas. A apresentação pulmonar, embora seja a mais frequente, não é a mais relevante para a saúde pública, pois a tuberculose em outros órgãos são mais letais.
  • B Com o início do esquema terapêutico adequado, a transmissão tende a diminuir gradativamente e, em geral, após cinco dias de tratamento chega a níveis insignificantes.
  • C A tuberculose é uma doença de transmissão aérea, ou seja, que ocorre a partir da inalação de aerossóis. Ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir, as pessoas com tuberculose ativa lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos, sendo denominadas de bacilíferas;
  • D A tuberculose pode, e é causada unicamente pelo Mycobacterium tuberculosis;
  • E No Brasil, os medicamentos usados nos esquemas padronizados para a tuberculose são a isoniazida (H), a rifampicina (R), a pirazinamida (Z) e a eritromicina (E)