Questões da Prova do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IF-PE) - Comunicação Social (2017)

Limpar Busca

Acerca das estratégias e elementos coesivos do TEXTO 01, considere as afirmações abaixo.
I. A expressão “torcedores organizados” (1º parágrafo) mantém-se sem a necessidade do uso de pronomes pessoais do caso reto. II. Há uma relação anafórica entre “seguranças de rostos bem conhecidos” e “suas próprias mães” (1º parágrafo). III. As expressões “a ação” (1º parágrafo) e “a iniciativa” (2º parágrafo) relacionam-se ao mesmo referente. IV. O pronome relativo “onde” (3º parágrafo) foi utilizado adequadamente, pois refere-se à palavra “setor”, que constitui lugar. V. O pronome demonstrativo “isso”, presente na última frase do TEXTO 01, se relaciona à presença das mães dos torcedores nos estádios disfarçadas de seguranças.
Estão CORRETAS, apenas, as assertivas

  • A I, II e V.
  • B I, III e V.
  • C I, III e IV.
  • D II, III e IV.
  • E II, IV e V.

A correspondência harmoniosa entre palavras de uma frase caracteriza concordância. A esse respeito, analise as afirmações a seguir.
I. Em “porque era totalmente desassociado das emoções” (2º parágrafo), se os vocábulos destacados fossem colocados no plural concordariam com “cálculos matemáticos”, desse modo, a correção gramatical e o sentido do trecho seriam mantidos. II. Em “os participantes [...] também usavam uma estratégia muito inteligente para controlar suas emoções” (4º parágrafo), os termos destacados têm o mesmo referente, por isso,ambos deveriam ter sido grafados no plural. III. Em “a estratégia que usavam era muito parecida com o que psicólogos cognitivo-comportamentais chamam” (4º parágrafo), se o termo destacado fosse trocado por “a”, embora mudasse o referente, a correção gramatical do trecho seria mantida. IV. No trecho “adaptando as emoções associadas a esse acontecimento e tornando-as mais positivas” (5º parágrafo), a variação em gênero e número das palavras destacadas mudaria o termo ao qual se referem. V. Em “a gestão das emoções depende de três fatores” (6º parágrafo), os termos destacados poderiam ser pluralizados para concordarem com “emoções” sem que houvesse alteração de sentido do trecho.
Estão CORRETAS, apenas, as proposições

  • A I e III.
  • B III e IV.
  • C IV e V.
  • D II e V.
  • E I e II.

A respeito do emprego da pontuação no TEXTO 02, analise as proposições a seguir.
I. No trecho “Funciona assim: ao invés de focar na sensação negativa que aquele problema causa” (5º parágrafo), os dois-pontos indicam a citação da fala de um dos cientistas, o qual comenta as características que explicam o funcionamento do cérebro.
II. Em “a gestão das emoções depende de três fatores: construir expectativas, ser capaz de enxergar uma série de explicações alternativas e fazer análises racionais” (6º parágrafo), os dois-pontos anunciam uma enumeração.
III. Em “antes de sair fazendo julgamentos - habilidades necessárias também nas contas matemáticas” (6º parágrafo), o termo em destaque poderia estar entre vírgulas sem que houvesse alteração de sentido do trecho.
IV. No trecho “Eles recrutaram 186 estudantes universitários, que passaram por ressonâncias magnéticas” (3º parágrafo), a vírgula, por ser um recurso discursivo que caracteriza os estudantes, torna-se facultativa.
V. Em “Ou seja: pode ser que pessoas que já têm uma melhor regulação emocional sejam melhores em fazer cálculos matemáticos mentais”, os dois-pontos poderiam ser substituídos por uma vírgula, e isso não alteraria o sentido do trecho.
Estão CORRETAS, apenas, as proposições

  • A I, III e IV.
  • B II, III e IV.
  • C I, II e V.
  • D II, III e V.
  • E I, IV e V.

A coesão textual pode ser entendida como o fenômeno que diz respeito ao modo como os elementos linguísticos presentes no texto encontram-se interligados entre si, por meio de recursos também linguísticos, formando sequências veiculadoras de sentidos. A esse respeito, analise as afirmativas a seguir.
I. Em “Agora, pesquisadores encontraram as primeiras evidências” (2º parágrafo), o advérbio funciona como um articulador de discurso e indica uma sequência temporal iniciada no período anterior, o qual sugere uma constatação antecedente a que é tratada no texto.
II. No trecho “eles tinham problemas como repetir uma matéria na faculdade” (4º parágrafo), o vocábulo em destaque refere-se, anaforicamente, a “cientistas”, termo que, embora esteja no período anterior, é retomado pelo uso do pronome.
III. Em “Eles recrutaram 186 estudantes universitários” (3º parágrafo), e “eles tinham problemas como repetir uma matéria” (4º parágrafo), os pronomes pessoais em destaque possuem o mesmo referente.
IV. Em “adaptando as emoções associadas a esse acontecimento e tornando-as mais positivas” (5º parágrafo) os pronomes destacados constituem elementos coesivos e referem-se, respectivamente, a “problema” e “emoções”.
V. No trecho “usavam uma estratégia muito inteligente para controlar suas emoções” (4º parágrafo), o termo em destaque refere-se, cataforicamente, aos “participantes que tinham o córtex pré-frontal dorsolateral mais ativos”.
Estão CORRETAS, apenas, as afirmações constantes nos itens

  • A I e IV.
  • B I e III.
  • C II e V.
  • D II e III.
  • E IV e V.

O TEXTO 03 é uma peça publicitária que estabelece um interessante diálogo com a obra modernista Abaporu, de Tarcila do Amaral. A principal estratégia argumentativa do texto é

  • A o pastiche, pois, na peça publicitária, há uma imitação rude do texto fonte, mas as relações intencionais de ambos os textos são as mesmas: consumo da arte ou consumo de um produto.
  • B a paráfrase direta, com a réplica do texto fonte e adaptações para estimular o consumo do produto anunciado por um grupo específico de consumidores: os nordestinos.
  • C a paródia, pois se estabelece uma relação antagônica entre a peça publicitária e o texto fonte, mas a intenção dos dois se mantém, ou seja, a venda do produto anunciado.
  • D a intertextualidade com forte referência ao texto fonte, por meio da qual se pode inferir que todo mundo, até um personagem de uma obra de arte, usa o produto anunciado.
  • E a alusão, uma vez que a referência ao texto fonte se faz de modo implícito, estabelecendo uma comparação entre a obra de arte e a peça publicitária no intuito de estimular não só o consumo do produto anunciado, mas também da arte.