Questões da Prova do Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) - Analista - Tecnologia da Informação (2016)

Limpar Busca
O texto começa a estabelecer uma lógica sobre a ideia de maturidade que, ao final, é desconstruída. Isso fica marcado, de modo descontraído, principalmente porque:
  • A há um questionamento sobre a felicidade dos imaturos.
  • B é feito um apelo a Deus pela maturidades dos maduros.
  • C o maduro começa a escovar os dentes cada vez mais depressa.
  • D os imaturos sentem inveja da vida dos maduros.
  • E os maduros revelam uma certeza em relação ao futuro.
Em “O homem maduro é de uma imaturidade a toda prova.” (19º§), para provocar expressividade, foi empregada uma figura de estilo que se caracteriza, sobretudo:
  • A pela comparação implícita entre objetos concretos.
  • B por uma associação lógica de uma parte que remete ao todo.
  • C pela tentativa de suavização de uma ideia considerada ilógica.
  • D pelo emprego de palavras que apontam para sentidos contrários.
  • E pela atribuição de características humanas a seres inanimados.
No terceiro parágrafo, o vocábulo destacado em “E o amarrar do sapato pode ser mais tranquilo,” deve ser classificado morfologicamente como:
  • A verbo.
  • B adjetivo.
  • C substantivo.
  • D advérbio.
  • E pronome.
A oração destacada em “Não sente culpa de nada. Mas, se sente, sofre como nunca.” (4º§) introduz no período em que se encontra um valor semântico de:
  • A condição.
  • B concessão.
  • C consequência.
  • D conformidade.
  • E causa.
Em “Sorri tranquilo quando pensa que a pressa é coisa daqueles imaturos.”, o termo em destaque exerce a função sintática de:
  • A adjunto adnominal.
  • B predicativo do sujeito.
  • C adjunto adverbial.
  • D objeto direto.
  • E complemento nominal.